Falem com António Costa

British Airways cancela quase todos os voos previstos para hoje e 3.ª feira
Há cerca de 195 mil passageiros afetados globalmente [TSF]

Como se fosse necessário, há nesta greve várias constatações sobre quão errada foi a atitude do governo nas greves dos camionistas e da Ryanair.

  1. Não teve serviços mínimos-máximos, como aconteceu na irrelevante (comparativamente) Ryanair. Situação agravada pelo facto de a transportadora protegida pelo governo de Costa não estar a respeitar a lei portuguesa.
  2. A British Airways afirma-se pronta para retomar as negociações com o sindicato, sem andar com os rodriguinhos usados pela ANTRAM quanto a não negociar com uma espada sobre a cabeça. Mas a BA não teve o governo a tomar o partido do patronato, como no caso da greve dos camionistas.

Dêem a maioria absoluta a Costa, dêem.

Vamos mesmo enfrentar a Ryanair?

R.jpg

via Expresso

O título do Expresso parece indicar que sim. Não só será multada, esperemos que não da mesma forma que a Celtejo, como será acusada de crime. A Autoridade para as Condições do Trabalho vai apertar o cerco à Ryanair e, afirma o semanário, recolheu informação que permitirá colocar a companhia low cost na “lista negra” e aplicar-lhe contraordenações graves.

Resta saber se tudo não passa de fogo de vista, e se a gigante irlandesa conseguirá, como é expectável que aconteça, passar por entre os pingos da chuva. Porque é preciso muita coragem e determinação para enfrentar uma empresa desta dimensão, e, mesmo assim, as chances de levar a melhor são reduzidas. A coisa tende para se arrastar, a chantagem poderá dar o ar da sua graça e o risco de tudo terminar com um simples pedido de desculpas por escrito, uma tendência muito actual aqui pelo Rectângulo, é uma hipótese real.

Seria bonito, histórico até, ver as autoridades portuguesas a enfrentar, olhos nos olhos, um colosso da dimensão da Ryanair. A levar as violações legais e abusos cometidos durante a recente greve até às últimas consequências, das quais resultem sanções efectivamente exemplares. Mas tenho sérias dúvidas que tal aconteça. O histórico não abona muito em favor da justiça portuguesa, regra geral fraca com os fortes.

TAP, passa-te ao caralho!

Quem é que precisa da TAP para o que quer que seja?

Liberalismo do PàF no seu melhor

Ryanair diz ter urgência na utilização do aeroporto do Montijo e até quer investir mas não a deixam. Nem a proposta de criar uma rota para a ilha Terceira foi aceite. Sem direito a explicações.

Ryanair chega aos Açores

O aeroporto de Ponta Delgada passa a integrar a rede low-cost irlandesa. Finalmente, é possível visitar os Açores e sermos visitados pelos nossos compatriotas ilhéus por um preço razoável. E os EUA ali tão perto… O que tu queres sei eu O’Leary!

Foi mais ao menos …

assim com o PS: acordaram de um coma induzido pelo Poeta e finalmente decidiram embarcar na viagem presidencial rumo a mais uma derrota. Espero que o façam via Ryanair. Sempre fica mais em conta.