Morreu o pintor João Vieira (1934-2009)


Na sequência de uma cirurgia ao coração realizada na sexta-feira passada, faleceu ontem, dia 5 de Setembro, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, o pintor João Vieira. Nasceu no Vidago, em Trás-os-Montes em 1934. Tendo frequentado a Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, esteve a partir de 1957 em Paris, com uma bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian, estudando pintura sob a orientação de Arpad Szénes, o marido de Maria Helena Vieira da Silva. Ligado ao chamado «Grupo de Paris», de que faziam também parte os artistas portugueses José Escada, René Bertholo, Costa Pinheiro, Gonçalo Duarte, Lourdes Castro, o pintor búlgaro Christo e o alemão Jan Voss, fundaram a revista e o movimento KWY. Em 2001, no Centro Cultural de Belém esteve aberta a exposição «KWY – Paris – 1958-1968». A primeira exposição individual realizou-se em 1959, na Galeria do diário de notícias em Lisboa; a última foi, em 2002, no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto. Pelo meio, ficam centenas de mostras individuais e colectivas. Obras de João Vieira fazem parte das colecções dos principais museus nacionais e estrangeiros.
João Vieira fez também parte do chamado «grupo do Café Gelo», onde s integravam figuras como Mário Cesariny de Vasconcelos, Luiz Pacheco, Herberto Hélder, António José Forte, Helder de Macedo, e muitos outros escritores e artistas plásticos. Num andar por cima do Café Gelo, em pleno Rossio, Vieira compartilhava um ateliê com Escada, Gonçalo Duarte e Bertholo. A morte de João Vieira, um dos maiores pintores portugueses do século XX, deixa mais pobre o panorama cultural português.

Comments


  1. O MEU CORAÇÃO ESTARÁ SEMPRE CONTIGO….E AS TUAS PALAVRAS E LETRAS ,GIRAM À MINHA VOLTA….ESTARÁS SEMPRE DENTRO DE MIM