E a Turquia na UE? Avente a sua opinião

turquiaAí está um assunto que divide muita gente e que anda desaparecido há muito tempo. Entra? Não entra? Qual é a sua opinião?

A Alemanha e a França vão estar de acordo em deixar entrar um país com 80 milhões de habitantes que passaria a ser o segundo mais populoso? E Muçulmano? E até onde vai a Europa em termos territoriais? Vamos importar toda a conflitualidade de territórios tão longinquos?

No entanto, pode vir a ser uma ponte importantíssima de diálogo entre a UE e os países muçulmanos mais moderados, o que seria uma contribuição muito grande para a pacificação e para a integração dos 50 milhões de muçulmanos que já vivem na UE.

Avente sobre este assunto tão importante. Envie os seus comentários ou os seus textos que serão publicados.DSC01555DSC01557
Nas fotos:
Em cima, Mercado das Especiarias em Istabul.
Em baixo, exterior e interior da Mesquita Azul.

Comments


  1. Visitei há anos a Turquia, a parte europeia melhor, mais detidamente, e a asiática numa perspectiva mais meramente turística. Fiquei com uma excelente opinião sobre o povo turco; talvez sejam um pouco (ainda) mais pobres do que nós – é crime? Claro que gostaria que acho que deviam entrar na UE. Não sei se é uma coisa muito boa para eles, mas para a União seria um enriquecimento. A Alemanha não deve querer com todos aqueles imigrantes turcos que lá tem transformados em cidaãos comunitários. Penso que aí residirá grande parte do problema. O serem muçulmanos não é argumento que se apresente – não seria uma boa vacina contra acções como a de há oito anos?

  2. Luis Moreira says:

    Pois, a “ponte” entre duas culturas é fundamental, mas não será mais útil por ser moderada ficar do lá de lá ?


  3. Do «lado de lá» e excluídos? Não serão propriamente aliados. Diria que os extremistas vão passar a recrutar com mais facildiade na Turquia. Os turcos, pude observar, têm um justificado «complexo de exclusão». Se não os deixam entrar na UE, esse complexo vai ser capitalizado pela Al-Qaeda e afins.


  4. Eu já fiz «a ponte» HÁ MUITOS ANOS COM OS TURCOS!!!Sou a favor, com as devidas reticências pois àlá é um sr muito complicado!dalbyaturcado


  5. […] agora e desta vez a propósito deste desafio, aqui fica a posta […]

  6. Paulo Vilaça says:

    Como com qualquer assunto, há várias vertentes a explorar.Eu vejo duas :-a Turquia é uma potência industrial, com uma capacidade muito superior a quase todos os países da comunidades, exceptuando, a Alemanha, Itália e Espanha. Vamos admitir mias um pais para arruinar o que ainda sobra das indústrias Europeias?-a Turquia como ponte? E a seguir o outro lado da ponte, porque não? Qualquer dia deixamos de ser CE para ser comunidade mundial. Ponham uma fronteira e quem está de um lado é e quem está do outro não é e ponto final.

  7. adriano says:

    a turquia nao deveria entrar na ue , porque e um pais de Ala que so vai servir para destruir a ue a longo prazo. Isso de integracao e treta porque os muculmanos existentes na ue alem de nao se integrarem, nao respeitando a cultura local, comportando-se como colonizadores (ideias do tempo de maome), radicais, desenquadrados do tempo.

  8. maria monteiro says:

    antes ser um país de Ala do que ser um país de homens que se julgam Deus