Padres, homossexuais e pedófilos

Quando a mais anti-científica das instituições, a Igreja Católica Apostotólica Romana (ICAR) invoca a ciência puxo logo da gargalhada.

O número dois da hierarquia da ICAR inventou um estudo segundo o qual a maioria dos pedófilos seria homossexual.  Da parte dos inventores de deus toda a imaginação é possível, tal como do lado dos que supostamente abdicam de viver a sua sexualidade todas as aberrações são expectáveis.

Como pode a ICAR criticar a homossexualidade, ela que começa por separar os menores à sua guarda em instituições diferentes conforme o sexo do petiz?

Aguardo agora um estudo científico sobre a incidência do abuso sexual de menores entre os padres homossexuais e as crianças confiadas à sua guarda. E já agora lembrem-se dos colégios de freiras, esses santuários de Safo que andam tão esquecidos.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Então os padres pedófilos tambem são homosexuais? Já aí há psiquiatras a defenderem os dois lados da contenda. A hierarquia católica afunda-se…

  2. inquieto says:

    Caro João Cardoso,
    Começo por lhe dizer que sou católico crente. Entendo que crimes sejam lá eles quais forem contra crianças não devem, não podem ser perdoados, sejam cometidos por padres, bispos, presidentes etc. Não é de forma alguma tolerável que um padre, um bispo ou quem quer que seja possa sequer pensar em abusar de uma criança. No entanto gostaria de partilhar um artigo num blog (http://aeiou.expresso.pt/-a-pedofilia-dos-bonzinhos=f576407)que vi sobre este assunto e sobre o qual me parece que tem havido dois pesos e duas medidas. Nada disto merece o perdão de ninguém.


  3. Caro Inquieto:
    Ando para escrever sobre essa tese. Desde já adianto o seguinte: na maioria dos casos conhecidos de abuso sexual de menores praticado por sacerdotes estes usaram crianças que tinham a seu cargo em internatos.
    Em qualquer parte do mundo onde haja decência isso é uma agravante, mesmo que não se tratasse de menores.
    Também podia dizer umas coisas sobre os casos referidos pela HM (mal contados, para não variar), e a hipocrisia de quem tem por ofício pregar o bem e faz o mal, mas fica para um texto de maior fôlego.


  4. Ninguém desculpa ninguém, em termos de pedofilia. O que acontece é que a pedofilia nos padres e bispos é um supercontrasenso, muito diferente, em termos de culpa moral, não civil, da culpa de um outro monstro qualquer que não faça parte da igreja. Em segundo lugar é a expressão da mais despudorada hipocrisia de uma instituição que se rege dentro da pureza, da castidade e da santidade. Em terceiro lugar porque não se trata de casos isolados e esporádicos mas de uma verdadeira epidemia que atravessa várias nações e continentes. Sejamos sérios.

  5. inquieto says:

    Concordo com tudo o que o João e o Adão escrevem nos seus comentários. Entendo no entanto, que não é menos desculpável o facto de ser um padre, um professor/a, um pai/mãe/padrasto/madrasta,apresentador de televisão etc…. Mas estamos na substância de acordo

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar, joao j cardoso. joao j cardoso said: Padres, homossexuais e pedófilos: Quando a mais anti-científica das instituições, a Igreja Católica Apostotólica R… http://bit.ly/cPyB4r […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.