Desdramatizar o bullying

Vamos lá ver uma coisa: o ‘bullying’ existe desde há muito. Se calhar, desde sempre. Basta haver criança e jovens, que, como se sabe, podem atingir interessantes níveis de crueldade entre eles.

Agora chama-se ‘bullying’, dantes chamava-se ‘pegar com…’ ou, nos casos mais radicais, ‘chatear os cornos a…’.

É chato, é tramado, ninguém gosta de ser alvo do dito cujo mas é uma realidade da qual será difícil fugir, a não ser isolar as crianças e jovens em redomas.

Os miúdos de antigamente enfrentaram a coisa e ultrapassaram o drama. Uns melhor, outros pior. Os de hoje só têm de fazer o mesmo. O problema é que a maior parte dos miúdos de hoje, graças à sociedade em que vivemos, não tem arcaboiço para isso. Esta é que é a realidade.

Comments

  1. Pedro Sousa says:

    Não podia estar mais de acordo.

  2. E a culpa de quem é?
    Nossa, só nossa, os que hoje têm netos, e os filhos desses, que ajudamos a construir este tipo de sociedade. Tudo o que era, entendemos que era mau, destruímos e não soubemos fazer melhor.

  3. Luis Moreira says:

    Eu fui vítima de bulling na tropa. Porquê? Porque estava profundamente afectado com aquela vida, não suportava aquilo e tomava atitudes que me fragilizavam perante os outros. vai acontecer sempre, não pode é tomar dimensões que levem as pessoas a desistirem. Aí alguem tem que estar atento!

  4. maria monteiro says:

    o bulling virou um negócio de livros de palestras, de seminários… o estar atento, como diz o Luís, é não esquecer que, consoante o sitio onde acontecem, tem interpretações e pesos diferentes… veja-se se se chama da mesma maneira num quartel, no Colégio Militar, no ensino público ou no privado, na Casa Pia, na Casa do Gaiato, nas prisões, nas instituições religiosas, no Governo, nos Partidos Políticos, entre os ricos ou entre os pobres…. na mercearia do Sr. Gabriel ou numa qualquer cadeia de supermercados…

  5. Luis Moreira says:

    O Bulling pode ser a agressão física até ao convite que não veio para coisas sem importância. Tem tudo a ver com a personalidade dos próprios e com a atenção de quem educada ou de quem comanda. Sem comando é que o bulling não acaba!

Trackbacks

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Desdramatizar o bullying: Vamos lá ver uma coisa: o ‘bullying’ existe desde há muito. Se calhar, desde sempre. Bas… http://bit.ly/deaoVq […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.