Uma Troika Atrasada e Desatinada

Será do clima, da água ou de alguma coisa que por cá se põe na sopa, mas os símbolos da pontualidade e da eficiência adquiriram rapidamente características de nativos, tal e qual os emigrantes portugueses no Luxemburgo.

Então não é que a troika anda atrasada e desentendida, desconversando da raiz à ponta dos cabelos, sem acordo interno -entre si mesmos- que possibilite o tal acordo externo? Ora, para ficarem assim, bem podiam ter permanecido em casa, isso fazemos nós melhor do que eles sem a ajuda de ninguém. Em matéria de atrasos, desacordos e desconversas nós somos os mestres e os rapazinhos estagiários.

Não tarda vêmo-los aterrar na Portela com fatos de astronauta, a beber Perrier e com rações de comida liofilizada nas pastas de executivo. Ou, então, começamos a exportar clima, água e sopa para todos, da Grécia à Finlândia. Uma europa ao nosso ritmo é melhor do que uma a várias velocidades e sempre diminuímos, por essa via, o raio da dívida externa.

Comments


  1. eu cá acho que é do clima – se não se vão logo embora, ficam caçimbados. Já vi isto acontecer a vários estranjas: ao fim de uma semana largam a gravata; com 15 dias imigram de vez e abrem um bar no All-garve ou vão criar avestruzes para o Alentejo. Abraço Helena

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.