Memorando da Troika – A tradução oficial é a do Aventar

O Memorando da Troika foi divulgado ao país no dia 3 de Maio. Em Inglês. Entretanto, o País ficou à espera que fosse disponibilizada a tradução de documento tão importante. Pelo Governo, por um dos Partidos ou pela Comunicação Social – todos tinham obrigação de o fazer.
O País ficou à espera, mas mais valia que tivesse ficado à espera sentado. Os dias passaram-se e nada. Não fosse o Aventar traduzir o documento na sua totalidade, através do Helder Guerreiro e do Jorge Fliscorno, e hoje o País continuaria sem saber o que diz esse Memorando. Um trabalho de fôlego que tem vindo a ser constantemente actualizado e melhorado graças à participação dos nossos leitores e às mais diversas contribuições.
Repare-se que o Aventar é um blogue constituído por pessoas que têm as suas profissões e que não tinham qualquer obrigação de substituir nesta matéria o Estado, o Governo, os Partidos ou a Comunicação Social.
Percebe-se agora que não vai haver tradução oficial do Memorando de Entendimento com a Troika. Nem é preciso. A tradução do Aventar já está a correr por mail e já foi publicada em todo o lado, mesmo que muitos – de forma extremamente elegante – tenham preferido omitir a fonte a que recorreram.
Não havendo tradução por quem de direito, a tradução do Aventar passa a ser, assim, a TRADUÇÃO OFICIAL do documento. Não precisam de agradecer.

Comments


  1. Sinceramente não entendo o que é que o Ricardo Santos Pinto queria.
    Achava mesmo que o Sócrates ia disponibilizar 2 ou 3 ‘abrantes’ para traduzir o documento? Eles têm lá tempo para isso!

    P.S. Ah já agora muito obrigado


  2. Em inglês technicolor?

  3. Carlos Fonseca says:

    Ricardo, traduzir o memo, para os políticos, teria pelo menos dois custos: o económico, que é de somenos, e o político, que é de ‘só mais’. Quem não percebe, ou é incapaz ou está de má fé. Duas simples dicotomias, classificáveis no domínio das conjunções coordenativas. Uma copulativa, outra disjuntiva. Problemas de gramática e/ou de inteligência auto-mitigada.


  4. Ontem Helena Roseta na SIC-N, durante aquele programa Frente a Frente, fez referência ao Aventar, por ter sido o único blogue a disponibilizar o documento…


  5. Acho piada como o Henrique Monteiro criticou a falta de tradução mas também não se propôs a fazê-la.