O manifesto de Anders Behring Breivik e seus comentadores

Estava aqui uma coisa drapetomaniaca, no artigo sobre o manifesto vídeo do Andrew Berwick, comentários odiosos vindos do mesmo IP brasileiro, IP com que o próprio se batia em si mesmo, usando vários pseudónimos, e que agora assim se revela:

Cara moderação, que bom que excluiu alguns de meus comentários. Seria justo inclusive que excluísse todos. Drapetomaniaco nada mais é que uma personagem. Curioso como mesmo em um fórum onde fluem idéias libertárias, um pouco de pimenta faz aflorar o pior do nazismo. Foram postadas aqui comentários entre xenofobia e racismo, nazismo e preconceitos tolos. Fiz o mesmo em outros fóruns e o resultado foi ainda pior.
O menor dos tremores, faz cair o véu de concepções e pseudo-fraternidade da união européia.
Logo veremos o fascismo do nosso tempo.

É daquelas vezes em que um comentador vale mais que o artigo, artigo onde aliás escrevi facto 2 vezes, e faltou pouco para não ter sido fato. Obrigado.

Comments

  1. drapetomaniaco says:

    “Não chegou ainda o tempo de falarmos sobre espetáculos com temas nobres.E nós hoje somos o que vocês querem que sejamos, então se-lo-emos até o fim, absurdamente” (Jean Genet, 1958)

    Ps: Aos irmãos portugas, peso sinceras desculpas pelas ofensas ridículas. É só para compor a maquina de guerra. Adorei o blog !
    Abraço!