Alguém tira este pé de cima da nossa cabeça?

Portugal está a ir ao fundo, ou antes, os portugueses estão a ir ao fundo e o Gaspar & Companhia ainda têm o descaramento de empurrar mais e mais… Será que não é claro que isto assim não pode ser?

“Segundo a UTAO, a execução orçamental de Janeiro mostra uma queda de 2,3% na receita fiscal da administração central e segurança social. No Orçamento do Estado (OE) de 2012, o Governo prevê um crescimento anual de 3,8%.”

Comments


  1. Eu te expilico como expliquei ao João Mineiro (no tempo do Soaristão aspirante a funcionário hoje director na cova da lã)

    O estado não contribui para a receita só para a despesa….

    Fora do estado estão as empresas falidas e os desempregados (o estado gera poucos no seu seio- exceto governadores civis e afins) que deixam de contribuir para a receita e passam a contribuir prá despesa

    Se arranjares mais um milhão de casas pra fazer e mais 34.000 kilometradas de estradas
    e mais 50 mil cagatórios e mijatórios para pôr por mês em parques escolares ministérios e quartéis variados transformados em universidades e faculdades tens o problema resolvido

    as minas a céu aberto de caulino continuam a ser esventradas por pás mecânicas

    o feldspato e a argila continuam a ser ensacados em lonas de 250 quilos

    e os impostos destes 20 mil que fabricam e transportam e dos 200 mil que as encaixam nos prédios que construiram

    continuam a pagar impostos

    a Neves Corvo (somincor…continua a vender cobre para as fabriquetas nacionais ao invés de o exportar todo para os chinocas e temos valor acrescentado

    só que quem vai comprá-lo para fazer interruptores em casas que nã se vendem…

    compra 2 casas por ano quisto resolve-se rapaz…é que os outros já nã têm emprego…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.