O fim de um ciclo

Sempre achei que devíamos morrer no mesmo dia em que nascemos. Seria uma espécie de fim de ciclo. Estaria concretizada plenamente a ligação entre o Homem e o Deus (ou lá quem foi) que nos criou e nos governa. No final de vários ciclos de 365 dias, finalmente o retorno. Assim, a nossa morte teria dia marcado, só não se sabendo de que ano.
No meu caso, isso explicaria muita coisa.

Comments

  1. jorge fliscorno says:

    E os imortais bissextos?

  2. palavrossavrvs says:

    ?

  3. Carlos says:

    Lendo este seu primeiro parágrafo, até pensei que estava desgostoso com a vida e que queria ter morrido no mesmo dia em que nasceu: “Sempre achei que devíamos morrer no mesmo dia em que nascemos”. Mas, depois, percebi que não era isso. Ainda bem.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.