Óptimo, também eu.

CDS quer que voto contra de Ribeiro e Castro tenha “consequências políticas”

Que mais um voto contra faça a diferença contra o habitual (mas vergonhoso na mesma) voto em rebanho. Afinal, temos e pagamos a mais de duzentos deputados para pensarem por si mesmos ou queremos um directório de um voto por partido, ponderado pela representação eleitoral? Eu sei a resposta mas então é de lembrar que bastam cinco deputados, o que nós, que pagamos impostos, agradeceríamos.

Comments

  1. joao says:

    Isto é só para entreter o pessoal enquanto se espera por 2013, altura do boom económico e da volta dos subsídios de natal e de férias.

    Antes isto do que ouvir o Passos e o Seguro.

    Pensando, mas pensando mesmo a sério, já viu bem, jorge um gajo ter de aturar um Passos, um Seguro e um Aníbal, todos ao mesmo tempo, em forma de genéricos?

    Ai, valha-nos Deus!

  2. xico says:

    O debate político na assembleia deveria ter como finalidade conquistar os outros para a nossa posição. Se a votação está à partida definida entre os partidos que a constituem para quê perder tempo com aquelas vaidades oratórias e declamatórias? Começo a perguntar para que serve um parlamento. Para papagaios parladores? Mas para isso já temos o zoo.

  3. maria celeste ramos says:

    Genéricos ??? e cantrafeitos !!!

  4. maria celeste ramos says:

    Genéricos e contrafeitos – talvez transgénicos – serão “pessoas” nascidas de fertilização in vitro ?? – de Aldous Hugzley ??

  5. antonio oliveira says:

    Out!

Trackbacks


  1. […] Não é nada de novo e, ainda recentemente, o Jorge abordou, com a lucidez que se impõe, este assunto: os deputados servem para […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.