Empreendedorismo à portuguesa

Estudo conclui que alunos do particular têm sido beneficiados.

Comments

  1. Amadeu says:

    Haverá multiplas razões.
    Por exemplo, para não estragarem a média, no Colégio São João de Brito, em Lisboa, ainda há pouco tempo, em anos de exames nacionais, os alunos com notas mais baixas eram convidados a irem fazer os exames num liceu do estado. Ainda o serão hoje ?

  2. maria celeste ramos says:

    Não sei o que se passa hoje- Mas estudei 5 anos (até ao hoje equivalente 5º+6º+7º+8º+9º) em colégio privado pelo que no 5º ano (hoje 9º) tínhamos de fazer exame em Liceu e fiz mas sendo a melhor aluna da Quadro de honra todos os ano, não obtive notas como no Colégio mas lá passei – os meninos de colégio privado eram sempre “castigados” – depois 6º+7º já fiz em Liceu Nacional – com noras razoáveis mas um prof “achou” (o que soube mais tarde) que eu não seguiria a universidade para a qual se entraria com média de 14 para não terem de fazer exame de admissão mesmo que fossem maus alunos mas eram ricos ribatejanos, pelo que o senhor me deu um 10 numa das duas cadeiras que me dariam acesso à universidade – isto para dizer que professores filhos da puta deve haver em qualquer lado – mas fiz exame admissão à universidade sem nenhum problama a não ser despesas difíceis naquele tempo de pobreza do país, de deslocação e alojamento – mas fiz tudo o que tinha a fazer – filhos da puta e elitistas sempre houve e até mais tarde percebi melhor o que era essa raiva de saber mais do que muitos e sem copiar – Hoje ?? deve ser equivalente mas os professores sabem bem como é o que é e onde é e com Crato pior – o mundo não muda – REFINA

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.