Duarte Marques e os ratos de biblioteca

“os ratos de biblioteca não têm sucesso imediato na vida política e pública, porque não lidam com pessoas, expectativas e emoções”.

A frase é de Duarte Marques, grande líder da JSD, que pelos vistos gosta pouco de bibliotecas. O resultado, frente a frente com Ana Drago (que não tem currículo profissional, nem fez carreira numa jota, mas sabe onde fica e para que serve a BGUC), foi este:

[youtube http://youtu.be/tYzQdsJtKOQ]

Sem mais comentários, e veja lá se emigra.

Comments


  1. Apesar de ter andado numa boa faculdade, centenária e tudo, Duarte Marques pouco aprendeu por lá; era mais fácil andar em campanhas para a associação (que endividou até ao tutano) ou a extorquir dinheiro a caloiros, por via da realização de jogos de futsal “Veteranos v. Caloiros” – acabavam ambos, “sans” Marques, a pagar o jogo.
    É uma pena que Duarte Marques não conheça a biblioteca da sua própria faculdade, mas isso já seria pedir demais a um jota.

  2. Bruno says:

    Estaria ali o futuro Primeiro Ministro? Não sendo apoiante do BE, a Ana Drago respondeu-lhe à altura. O problema é que em Portugal votam carneiros e não saimos da cepa torta.

Trackbacks


  1. […] orgasmo, porque há assuntos que não devem ser tratados nos livros. Para além disso, graças às palavras sábias de Duarte Marques percebi que a frequência de bibliotecas pode impedir-me de lidar com pessoas, expectativas e […]


  2. […] musical do moço na TSF que era todo um tratado, também de mau gosto. Mas principalmente porque em tempos lhe encontrei este […]


  3. […] onde todos os dias fogem jovens formados e competentes. Tudo em nome de serem o eterno bom aluno, ou rato de biblioteca como o deputado da carta hipócrita gosta de os […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.