Arredas Folk Fest 2012

Falta uma semaninha para o início do Arredas Folk Fest; o Guia Oficial distribui-se com a edição de 22 de Agosto do Jornal de Barcelos.
Ao perímetro deste festival de muito boa música e muito bom gosto pode (e deve) chegar-se de comboio: da estação de Barroselas à margem esquerda do cristalino rio Neiva são 10 a 15 minutos a pé.
A entrada no festival é grátis, a excelente música é grátis, o campismo é grátis (e tem banho de água quente). Vai ser bom se for tão bom como o foi em 2011

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Da minha janela vejo o mundo e reconheço o meu olhar – Como numa Fotografia que faço e guardo e mais tarde me aparece quando procuro outra – Como uma Festa das muitas a que fui até em adolescente e que eram anuais – com os apitos de barro que meu irmão adorava tocar mas que mais tarde se partia e e que tinha mais um todos os anos mas que nunca mais vi nenhum em nenhum lugar – como minha mamã me oferecia algo feminino que era para mim e guardo ainda algumas – Como um filme a que assistia num armazém em Moçambique (Beira) mas esqueço os filmes mas não as circunstância e, sobretudo, a alegria ou as festas na rua sem lectricidade e os tocadores caboverdeanos a tocar até se adormecer (Sal) e que tocam de forma diferente de ilha para ilha – Como recordo a Procissão onde participei como “anjlinho” e de nada me lembro em pormenor mas tão só da “fotografia que conservo” de passo “ordenado” pela banda – Como todas as festas das vacadas no terreiro da cidade de santrém (hoje um nofo de espaço que os urbanos lixaram – mas não ainda em ceroso lugares do alentejo – lugares de feira e comércio e troca incluindo os “banha da cobra” – de que não lembro quem era quem e o que fazia, mas recordo as varolas que se levantavam a proteger o espaço e logo desapareciam no fim da Festa, mas não ferir o animal, negro e possante e belo e leal, como me lembro das Festas em que havia FESTA, mas não me lembro de nenhuma com Música em Palco (só as do Jardim da Estrela e Tavira no Coreto pintado e eternizado por Maluda) como ainda há agora, embora aqui no meu, Bairro tão urbano, reste algo muito belo – a Procissão de Santo Amaro que tem tudo o que as festas de menina e adolescente tinham mas tinham, também, o tapete de flores ruar fora, para pisarmos depois de passar o andor e o padre com o sacrário, e havia música sim, mas da banda formada pelos músicos da polícia e GNR e sendo que a Banda Portuguesa não sei de onde – Torres Novas ou Velha ??? – é a Banda mais velha do mundo – Que FESTA era e hoje é diferente, mas restando em cada lugar o específico de cada lugar de religioso e pagão de maõs dadas para raiva dos padres que não tiveram outro remédio senão aceitar o que o “povo” ao longo dos séculos criaram e conservaram – Pois que do “povo” tudo vem (não urbano) e que se conserva talvez por terem percebido que a “semente” é do mundo rural – Sim – não sei como é a Festa de Barcelos – mas por mais “modernizada que esteja e já com palcos ultra-sonorizados (como já há em Santo Amaro) conserva e continua o que há s´´eculos existe neste país tão musical e guardião da tradição – SIc ao mesmo tempo que escrevia ía vendo pela 2ª vez o lindo programa de Cândida Pinto que entrevista em directo uma “maluca porruguesa” – Teresa Despiné que foi à Gorongosa e por lá ficou e anda descalça em casa e na rua de terra vermelha, e por lá vive no mato entre todos os animais e fica mais comovida com os elefantes e todos os seus rituais milenares há muitos anos (reportagem de Candida Pinto de quem gosto muito e nem sequer mostra a sua imagem e deixa correr as pessoas e paisagens de que fala e “recolhe-se e de que se reconhece apenas a sua voz) – Um dia voltarei à Festa de Barcelos e ver de novo os “barros” que já não são da Rosa Ramalho (de que guardo alguns dela mesmo) ma serão da ua neta ou outros descendentes – barro doirado vidrado – Não é de Barcelos aqueles lindos brinquedos para meninos pequenos de madeira pintada ?? incluindo uns “cavalinhos” ?? (que agora são lectrónicos e há ainda à porta e um restaurante da minha rua e os meninos adoram – mas não é o mesmo

Trackbacks


  1. […] Paragem: Arredas Folk Fest 23/08/2012 Por dariosilva Deixe um Comentário O Arredas está a chegar… Filed Under: curtas Tagged With: arredas folk fest, barroselas, rio neiva, […]


  2. […] Folk Fest do vale do Neiva começa hoje! E pode ir de comboio! Filed Under: cultura Tagged With: arredas folk fest, barroselas, jornal de barcelos, rio neiva, […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.