Saia uma equivalência em Linguística Petrolífera para Miguel Relvas

aquilo que nos une a todos é a língua e a língua é o petróleo desta relação, é o que nos dá força, é o combustível desta relação e nós temos de continuar nesse caminho

Relvas dixit, em Timor.