Vão morrer e vão, por isso que se fodam

Governo estuda cortes em tratamentos para o cancro e a SIDA

Comments


  1. E os cuidados paliativos como recomendou Manuela Ferreira Leite


  2. Olá…
    Nem sempre a ILUSÃO (o que parece,) corresponde à REALIDADE (É!)… E nos caso dos etiquetados “SIDA” (segundo o protocolo comercial em vigor) isto (o não tomar) <a href="“>é um passo certo na direcção da CURA!

  3. Amadeu says:

    Já agora bem gostaria de saber a partir de que montante e a partir de que esperança de vida se vai aconselhar a cortar.

    – Com doentes terminais com cancro, com esperança de vida máxima de 6 meses, só se pode gastar 2.500 euros …
    – Com doentes com sida, o gasto máximo é de 1.450 euros por mês…
    – Os doentes com Parkinson e Alzheimer podem gastar 1.230 euros por mês…

    A partir destes montantes, quem tiver seguros de saúde ou capital próprio pode continuar a viver.

    Dá para desejar aos membros do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida que QUE OS PRiMEIROS A MORRER SEJAM OS VOSSOS PAIS, meus grandes cabrões.

  4. Emmanuel says:

    Aplaudo a medida, quem tem dinheiro para fazer uma vida de lorde não pode nem deve ter cuidados de saúde gratuitos.
    Qualquer pessoa com uma vida principesca e com um mínimo de formação moral nunca aceitaria que os mais pobres pagassem a sua saúde.

  5. Godinho says:

    Concordo com o que foi escrito por vcs, podem acreditar para mim foi a gota de água. Achei de todas as brincadeiras deste governo a mais chocante e arrepiante. Quem faz isto deixou de ter respeito por todos nós POVO, acredito também se estes mamiferos mal alimentados tivessem alguém de familia (filhos, mães ,mulheres e amigos) não fariam isto gostava que fossem tratados com a mesma postura que nos impõem.
    Acredito que muitos doentes ao ouvir isto ficaram chocados, estas pessoas lutam pela vida como nunca imaginámos, sofrem horrores e tem sempre esperança. Jamais deveriam brincar com estas pessoas e condená-las à morte mesmo antes de o cancro aparecer.Falo de cancro por estar muito sensibilizada com estes doentes, embora tenha o coração partido com todas as doenças gravissimas.
    Meus amigos de fonte segura posso garantir e passou-se com um familiar em várias estadias no hospital falta de medicamentos, outros não entram nas farmácias hospitalares, se alguém tiver de ir ao hospital e faça medicações devem saber se o hospital fornece todos os que estão prescritos ao doente. Medicamentos que não podem ser retirados abrutamente,simplesmente não tomam só dão os que no momento o doente necessita pela razão que foi parar ao hospital e pode estar 8 ou 15 dias internado.
    M.G

    Levem sempre para um hospital Publico a medicação que tomam e devem saber se a farmácia hospitalar têm ou não.Num internamento á assim que funciona pois existe mesmo falta de medicações na famácia hospitalar. Os nossos politicos dizem o contrário..MENTIROSOS


  6. Com “doentes com SIDA” o Estado poupa (segundo a fonte) 1.450€/mês/”doente”, dinheiro que pode ser então utilizado para realmente tratar a enfermidade do “doente com SIDA”…


  7. Não sei onde começou a prática consciente da eutanásia – creio que foi na Holanda e algo vi, algures, sobre o problema e a explicação dos técnicos de saúde – mas, opostamente, recordo que uma adolescente entrou em coma e os pais não desitiram de a visitar e acompanhar e se bem me lembro foi durante 7 anos – a menina acordou e convalesceu – aliás tenho um caso concreto de marido de amiga que tinha dois filhos adolescentes – o que pedi que ela fizesse ficará para sempre entre mim e outra amiga comum, até porque ela já não está cá em baixo – o marido em coma já há muito tempo e dado como impossível de reanimar, levantou-se um dia e nem sei se ainda anda por aí pois que até moravam longe daqui – Não sei o que pensar se é mais cruel e inumano e mesmo criminoso, que alguém num acto de loucura mesmo indesejável, com ou sem copos, se matar um familiar, não será muito mais compreensivel do que os governantes pretendem fazer seja na europa seja algures – quem ainda pratica a pena de morte como os USA considerados liders dos direitos do homem, e que também resolve sanear a sociedade com cadeira eléctriva, não sei não sei não sei que adjectivo usar – Quantas pessoas com cancro se curam e continuam a viver anos e anos e recordo por exemplo a figura pública que é Simone de Oliveira que há mais de 20 ou mesmo 30 anos se curou e continua a viver – e foi, juntamente com outras actrizes com o mesmo problema, porta-voz de esperança para quem tinha esse problema e Simone até voltou ao teatro e telenovelas – agora nem oiço falar dela, que sozinha ou com ajuda é grande heroína e resistente à morte pois que, também, perdeu de repente (e nem sei por que razão) e sua belíssima voz que lhe permitiu representar Portugal num festival de Eurovisão (com canção de letra de Ary dos Santos) “de linho te vesti de nardos te enfeitei amor que nunca vi mas sei – Sei meu amor encantado que um dia há-de” ….já não recordo o que se passou há 40 anos, talvez, porque eu tenho uma memória que, como eu, envelhece, embora não seja obrigatório – Em nome da poupança na Saúde MATA:SE – Mas dão-se subsídios aos hospitaiis privados porquê ?? É privado ou público ?? E quando tudo é mais complicado, e como uma eis ministra da saúde quando um jornalista lhe perguntou se tivesse de fazer operação grave o que escolheria ??? não hesitou em responder PÚBLICO (creio ser ministra do tempo de cavaco 1º ministro) – Minha mamã teve um cancro e o tratamento que fez permitu-lhe viver 16 anos (sim 16 anos) e se soubesse o que tinha certamente que não teria tido o problema seguinte mas nunca queiz que soubesse para ter alegria durante o tempo de durrasse e consegui esconder-lhe a situação – Porém, meu irmão a quem nada se podia esconder e com os tratamentos mais sofisticados na alemanha e Lisboa, agonixou durante dois anos e ambos sabíamos o que estava a suceder com os tratamentos mais violentos da quimio e radio terapia – foram 2 anos – Mas exactamente há quem no serviço de investigação da faculdade de ciências do Porto (ou será de Aveiro ??) um grupo de cientistas ganhou da UE um milhão de euros para prosseguir os seus premiados e divulgados estudos e resultados na Science, estudos de combate ao cancro dirigidos só aos tecidos doentes através de “marcadores” específicos que os identificam para puderem ser, só esses, tratados e não destruir todo o corpo – não sei o que estou a dizer pois sei de couves e pessegueiros, mas é interessante como os portugueses são premiados pelo trabalho que fazem de salvar vidas ou peolçongá-las durante mais tempo, e um governo de gente indecente para pagar as suas PPP e outras regalias de topos de gama e amigos e familiares, não hesitam em retirar medicamentos ou permitir o aumento do preço de custo que cada vez mais pessoas não podem pagar porque é farmácia ou alimentação – desconheço esta gente do meu país que governa a vida e a morte das pessoas e animais e plantas e terras e agricultura e pescas e cidades que deixam cair de porque não as restauram ou mandam fechar portos e indústrias e aumentam IVAS e não sei quê e a indústria hoteleira queixa-se – Não há adjectivos classificar gente assim se é que é gente e eu tenho a certeza que não são gente – são sim COVEIROS rodeados de capangas que batem em jornalistas e fecham portas de edifícios públicos e respondem que FALAM quando quizerem e passeiam-se em topos de gama e tomam banho na Manta Rôta seguidos de capangas, como nos anos 80 fazia o mais ixecrável dos presidentes da república quando era primeiro ministro (o chamado iminente economista – puta que o pariu que nem é contabilista e gostava de saber que o chama de iminente) – Iminente sim mas com outro adjectivo desqualificativo – Sim dia 29 de setembro de 2012 estaremos muitos na RUA – gostaria até que estivéssemos todos em silêncio que será muito mais audível do que os autifalantes que dão cabo da cabeça e incomoda os que não suportam barulho e para aqueles a quem a revolta se dirige e que não ouvirão – talvez OUVISSEM o silêncio ensurdecedor da maioria dos portugues – por mim não meinteressam slogans agora já chega – farei silêncio total – a VOZ do SILÊNCIO (como da natureza já que nunca imitaremos o ruído do vulcão)

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.