Desouvir

Por alturas do regresso à Universidade do Minho, aqui há uns anos, tive por companheiro um amigão que gostava de inventar palavras. Na altura a coisa não me parecia interessante, ainda por cima num contexto exclusivamente académico.

Hoje senti vontade de lhe dizer que afinal ele tinha razão.

Quando soube o que ia acontecer pensei que todos e cada um de nós deveriam ter o direito de DESOUVIR!

Mas desouvir não é só não ouvir! É mais do que isso! É não tomar conhecimento, é não participar!

É ignorar mas de forma consciente!

Só assim poderemos sobreviver e ganhar força para continuar na rua!

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.