Diz que o cardeal Cerejeira falou ao país

Se não gosta da rua fique em casa, Cardeal.

Comments

  1. Ainda penso says:

    Eu bem digo que a caridade é uma Merda. Estes gajos têm um medo de perder o estatuto que é obra. Sem miséria e pobreza os Srs. ditos da igreja não faziam falta nenhuma e acabavam-se-lhes de vez as mordomias. Eles não devem ter lido a Bíblia nem devem saber nada sobre Jesus. O próprio que disse que se deveriam despojar de todas as riquezas do mundo. O Apóstolo Paulo, diz numa das suas cartas que, desde que tenha com que me cobrir e o que comer, chega perfeitamente, porque é a Palavra do Pai que me alimenta (se não são as palavras exactas as minhas desculpas, mas é este o contexto). Caridade não, Solidariedade Sim, esmola não, Trabalho Sim.


  2. Solidariedada sim, esmola não. Trabalho sim – Palavrado não – a “palavra sim” e hoje é dia 13 de Outubro em que os que menos rêm renovam a esperança e fé de que Deus descerá à terra e quem diz Deus diz justiça e equidade – Que o Senhor nos valha mas teremos empre de fazer a nossa parte

  3. MAGRIÇO says:

    O homem está cheio de razão! Manifestações de rua não resolvem nada. O que resolve é encher as igrejas de fiéis que rezem ao todo poderoso para resolver a crise e, como suplemento, fazer peregrinações a Fátima, preferencialmente de joelhos, que é como a igreja mais gosta.

Trackbacks


  1. […] Policarpo e a democracia 13/10/2012 Por António Fernando Nabais Deixa um Comentário José Policarpo, ainda e sempre inebriado pelas essências da cerejeira que terá inalado em criança, explica como sonha a democracia. […]


  2. […] 13/10/2012 Por Ricardo Santos Pinto Deixa um Comentário O Cardeal-Patriarca de Lisboa, Policarpo, acha que as manifestações de rua são uma corrosão do sistema democrático. Assim sendo, é […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.