A liberdade de escolha como delírio

Impor uma alimentação saudável nas escolas é fascismo alimentar, na opinião de um insurgente. Há momentos em que a direita alucinada coincide com a esquerda eduquesa. Vamos deixar os meninos fazer tudo o que lhes apetecer?

Comments


  1. Não – fazer o que apetece não é liberdade – os governantes também fazem o que querem e há ´”alguns” que não gostam

  2. Catarina says:

    Vamos a isso! Mas proponho que os meninos vão fazer o que lhes apetecer para debaixo das janelas desse Insurgente. Ou na sala da casa dele.

  3. maria celeste d'oliveira ramos says:

    E depois do meu IRS sai o tratamento da gordura mórbida das criancinhas mal educadas e com diabetes e outras merdas que contraem – este elogio à libertinagem e irresponsbilidade até xateia – imagem da liberdade libertina – ou vão para aquele programa de domingo da Bárbara guimarães que cada vez tem pior aspecto coitada (há quem a admire muito) a dançar para emagrecer – vão pró ginásio ou andem de biciclete ou para a rua num jardim – não lixem a TV mais do que já está – ou vão ao psiquiatra

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.