Estamos na mesma

O que se deixou de gastar em salários foi directo para os juros da dívida. Nem uns se fizeram rogados a pedir nem os outros se importaram em emprestar. No meio, cá está um povo para pagar.

Um comentário em “Estamos na mesma”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.