Detenham-me se acham que já ouviram isto antes

Como o primeiro-ministro inglês, David Cameron, insiste em dizer que adora a banda The Smiths e tem até o desplante de escolher uma canção favorita, “This Charming Man”, Johnny Marr foi obrigado a responder-lhe em público: “Pára de dizer que gostas dos Smiths, não gostas nada. Proíbo-te de gostares dos Smiths”. (Claro que fui eu a optar pelo tratamento por tu na tradução, como sabem o inglês marimba-se para essas distinções ou, tal a dificuldade de optar, prefere não enfrentar esse problema).

Também Morrissey, que optou por viver num mundo onde a causa mais importante é o bem-estar animal e as pessoas se reduzem a servidoras desse bem-estar, juntou-se à indignação do seu antigo parceiro e rejeitou a preferência de Cameron porque o primeiro-ministro “caça e mata veados – aparentemente por prazer.” É sintomático que, com tantas razões para estar contra as políticas dos conservadores britânicos, seja com os bambis que ele está preocupado, mas com quem escreveu “Heaven knows I’m miserable now” não consigo zangar-me, terá sempre o agradecimento reconhecido da minha ainda não esquecida adolescência.

Creio que até ao momento ainda ninguém veio defender a liberdade de expressão de Cameron, a quem proibiram de ouvir as suas músicas favoritas ou pelo menos de o admitir em público. Ninguém se lembrou de defender o direito de um governante a expressar-se, talvez porque os ingleses sejam mais destituídos de imaginação do que nós ou porque, ao contrário do que toda a “britcom” possa fazer supor, têm menos sentido de humor.

Enquanto os nossos governantes instruem a polícia para identificar quem canta em sinal de protesto, em Inglaterra um músico proíbe o primeiro-ministro até de ouvir a sua música, e ainda mais de vir dizer que gosta dela, o que não pode deixar de ser revelador dos avanços da nossa democracia. Mas também é certo que não há não há ninguém mais ressentido com a grande música do que um cantor frustrado.

Comments


  1. Nós, Tugas, conseguimos incrementar tudo até ao ponto do vómito, claro que antecedido das deliciosas náuseas…

    Gostava era de saber como é que pensa (se é que pensa) este Povo, alterar algo de real importância apenas com educação(=formatação), respeito(=subserviência) e seguimento das regras democráticas(=constrangimento)?

    E, espero sinceramente, que tenham a noção que para se alterar o actual estado desta Sociedade temos que estar dispostos a PERDER… E escrevi com todas as letras em maiúsculas pois incluo na perda, a VIDA…
    Já sei… Já sei… “Este tipo é doido“…
    Mas na verdade as decisões que eles tomam, levam a que mulheres atirem seus filhos pelas janelas e a seguir se lancem também, que envenenem seus filhos e a seguir se asfixiem… A que mães e filhos se atirem juntos do cimo de edifícios, a que pessoas se reguem com líquidos inflamáveis e se acendam tipo “tocha humana”…
    E tudo porque o choque de não saberem o que são, e principalmente o que fazer para alterar esta sua condição, foi demais…

    Depois temos que olhar para o que somos, na REALIDADE:

    Um povo sem soberania financeira, que vive numa Civilização onde quem controla a MOEDA FIDUCIÁRIA, controla (praticamente) tudo;

    Um povo sem soberania política, pois deste que a vendemos para ingressar na CEE… Foi-se! E vendemos a troco da ILUSÃO DO CRESCIMENTO ECONÓMICO… E agora a ILUSÃO DISSIPOU-SE e resta a REALIDADE…

    Um povo sem soberania territorial pois não temos capacidade para cuidar do que é “nosso”…

    Um povo sem soberania linguística… Esta é óbvia! (E isto é de fato… Um fato!)

    Ora se perdemos tudo isto, foi porque alguém se apoderou destas soberanias… E se queremos reavê-las, temos simplesmente que reconhecer quem são os DONOS, e o que fazer para os “eliminar”…
    Claro que o PODER dos DONOS é tal, que uma simples pressão num botão de um dispositivo de entrada de dados, nos aniquila de forma financeira… Nem precisam de utilizar violência física directa!

    Andamos entretidos a incomodar as Títeres que os Donos utilizam para nos condicionar, e pensamos que se trocarmos de Títeres isto vira o “paraíso”… Pensamento comprovado pela simples observação dos últimos 40 anos, e da bela troca de Títeres sempre dos mesmos gangues!!!

    Cortar o errado pela raiz! É uma solução… Mas para tal é preciso que a Maioria saiba que algo de errado se passa, o que não é o caso…

    Se fosse, até podíamos começar pelo que Eles (Donos e Títeres) dão enorme valor… BENS MATERIAIS…

    38.708196,-9.153519 / 38.716160,-9.147553 / 38.721802,-9.147618 / 38.692409,-9.417932 / 38.492075,-8.902400

    Nem precisamos de maltratar ninguém fisicamente!

    Acham que é demais?
    Pois olhem que,
    ELES NÃO… E ESTÃO DISPOSTOS A VOS ANIQUILAR PARA CONTINUAREM A ENRIQUECER…

    Posto isto… Ainda acham que andarem preocupados com Educação e Liberdade de Expressão e Regras Democráticas, deve ser a vossa prioridade?!?

    Bjhs e Abraços 😉

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.