Completamente de acordo

publico_rui_tarvares_2013-03-13
(clicar para ampliar)

Tivesse eu arte e o mesmo teria escrito. Não esquecer de ler também o Joaquim.

Comments

  1. amadeu says:

    O Lapalisse, aos três anos de idade, disse:
    Se nada muda, nada muda.

  2. sxp030 says:

    amadeu: O Lapalisse era aquilo que o Lapalisse era. Agora o que eu não sabia é que aos 3 anos o Laplisse já era aquilo que o Lapalisse viria a ser… 😉


  3. A caminho da fundação de um novo partido…

  4. nightwishpt says:

    E um sistema de votação preferencial, já agora e se não for pedir muito…


  5. A rua grita e protesta, o governo/troika/capitalistas e banqueiros têm medo, o Rui Tavares aparece para salvar o regime.

    Há pessoas que não se contentam com o que têm, acham que temos pouca corrupção em Portugal: querem mais…

  6. Pisca says:

    Os Condes de Abranhos andam cheios de pica

    • jorge fliscorno says:

      Eu também acho que querer mudar este nosso pujante regime é uma imbecilidade.

      • Pisca says:

        Nada como candidaturas decentes, honestas e limpas, Isaltino, Fatima Felgueiras, Avelino Ferreira Torres são exemplos a seguir

        • jorge fliscorno says:

          Finas flores da nata partidária, será melhor não esquecer. Independentes? A adjectivação começa logo por ser tonta. Independentes de quê? Oportunistas não têm partido. Mas é de ver que os partidos também não têm problemas em arranjar oportunistas.

  7. Pisca says:

    Ouvir este palhaço, sem ofensa aos profissionais, que se pendurou de um partido para ser eleito para o P.Europeu, e logo que assentou o traseiro, tratou de se baldar e dar o dito por não dito vir falar de etica, honestidade e mais coisas desse tipo só pode dar asco

    O grave é que há quem lhe dê tempo e espaço de antena, convém sempre

    • jorge fliscorno says:

      Compro como me venderam. Troco por melhor.

      Segundo o eurodeputado independente, Francisco Louçã, nesse seu texto, sugere que ele, Rui Tavares, esteve na origem de informações falsas colocadas nos jornais “i” e “Sol” sobre os fundadores do Bloco, “fazendo desaparecer da história Fernando Rosas”, substituído pelo ex-dirigente Daniel Oliveira (uma das vozes críticas da atual direção do Bloco).

      http://expresso.sapo.pt/rui-tavares-rompe-com-o-bloco-de-esquerda=f656950

      Historieta à parte, e esse partido não se pendurou no sujeito para conseguir uma eleição? Uma mão lava a outra… Agora giro, giro, é os partidos acharem-se donos dos votos.

      • Pisca says:

        Os troca tintas quando convém são sempre uns pensadores perfeitos, é isso ?

        • jorge fliscorno says:

          Mas troca tintas? Conte lá a sua versão então. A que li foi esta

          “No passado sábado 18 de Junho divulguei uma nota de imprensa na qual respondia a comentários públicos de Francisco Louçã que comigo estavam relacionados. Como é sabido, o coordenador nacional do Bloco de Esquerda, por via das suas duas páginas no Facebook, publicou uma nota de título “4 são mesmo 4” ligando-me à origem de informações erróneas sobre a fundação do BE que teriam vindo publicadas em dois jornais, e nas quais (cito a nota de Francisco Louçã) “Fernando Rosas desaparecia da história” da fundação do BE. Louçã escrevia que um jornalista teria sido “levado ao engano” por “uma conversa com o Rui Tavares”, confessava-se “curioso acerca da coincidência de dois enganos tão estranhos” e ia mais longe, escrevendo que “é simplesmente uma falsificação a tentativa de retirar o Fernando desta história e de a refazer com novos protagonistas”.

          http://expresso.sapo.pt/rui-tavares-rompe-com-o-bloco-de-esquerda=f656950

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.