Coelho pressiona Tribunal Constitucional

Nas décadas vividas de democracia, não me lembro de ter havido um  primeiro-ministro a  pressionar, aberta ou dissimuladamente, o Tribunal Constitucional, no sentido de obter a rejeição das inconstitucionalidades no Orçamento Geral do Estado (2013, no caso) em favor do seu governo – três tópicos: eliminação de subsídios, contribuição extraordinária de solidariedade e sobretaxa de 3,5% em matéria de IRS foram remetidos ao TC pelo aliado de Belém, em decisão “pérfida” de Cavaco que Coelho perdoa, por devota e confessada amizade.

Não esqueço a submissão do País ao ‘memorando de entendimento’ da ‘troika’, assim como estou consciente de que a retirada dos subsídios não constava do programa e o limite mínimo para aplicação da CES era de 1.500,00 euros (ponto 1.11, página 3, do memorando); para cúmulo o lançamento da sobretaxa de 3,5% de IRS constitui uma medida do lado da receita, em vez da opção por corte de despesas preconizado pela ‘troika’.

Passos Coelho tem de queixar-se sobretudo das sucessivas e continuadas argoladas de política financeira de Gaspar. Em 2012, Os 4,5% de défice orçamental programados em conformidade com FMI, CE e BCE começaram por deslizar para 5% (desvio de + 11,111%); o deslize seguinte foi para 5,5% (desvio de +22,222%); finalmente, hoje o ‘Público’ revela que, a título provisório, foi calculado pelo INE  6,4% (o desvio é agora de + 42,222%).

A golpada da venda ANA não foi aceite pelo EUROSTAT, tendo este organismo decidido considerar nas contas 750 milhões investidos na CGD e 750 milhões na PARPÚBLICA.

Para além dos elevados impostos sociais cobrados aos portugueses, o custo social e nas contas do Estado do desemprego, os gastos com contratações de gente do tipo de António Borges, Jorge Silva Carvalho e outros “tachistas”, o governo, manifestamente incompetente, pretende de forma sinuosa e desonesta colocar a responsabilidade do descalabro da consolidação orçamental nos juízes do TC. Ou então, Coelho e seus pares estão a procurar vácuas desculpas para a fuga – Coelho provavelmente irá para Haia, porque é muito amigo do PM holandês , político que até tem um ministro das finanças, original para a reprodução de Gaspar.

Que se demita, rapidamente, sem fífias nem falsetes. A maioria dos portugueses já entendeu que se trata de incompetência governativa dura e pura, de nada valendo dourar a pílula e sacudir as responsabilidades para terceiros.

Comments

  1. nightwishpt says:

    Pede responsabilidades a todos menos a ele próprio, e chama de coisa menor a constituição.
    Devia dar para despedimento por incompetência.

  2. MAGRIÇO says:

    Uma descarada e infantil pressão sobre o TC, só superada pelo desaforo com que a negou algumas horas depois. Nunca esperei ver o meu país tão mal frequentado, quer em S. Bento quer em Belém!


  3. O 1º pensa que o país é qualquer coisa como a jota por onde andou.
    Não dá para mais.

  4. Lidia Sousa says:

    No dia 28 de Maro de 2013 13 18:02, Aventar

  5. adelinoferreira says:

    comentario rigoroso e inteligente,ponto final

  6. celesteramos.36@gmail.com says:

    Passos não é incompetente – Passos é o pior de todos os pretendentes a governantes e faz o que quer como quer porque o deixam excepto os portuguses que não são todos burrpos e vão para a rua porque por enquanto não podem fazer mais nada – por enquanto e a UE não tem classificação porque é piuor do que no tempo de Hitler – não alteraram o genoma original – desde 2002 que arreganhram os dentes como o grande pittbull europeu – a ue é deplorável a alimento de criminosos
    que decapitam países – são UNIÃO sim de malfeitores

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.