Façam greve mas longe do meu quintal

Cram-school-300x159

Estando neste momento marcado um dia de greve dos professores ao serviço de vigilância de exames que terá por única consequência atrasar o final da época um dia (e dando muito mais tempo de estudo a quem os vai fazer), temos associações de pais muito preocupadas. Não vi reclamações de uma única associação de estudantes.

Têm as associações de pais a presunção de defenderem os filhos, coisa que desde os meus tempos de associativismo liceal sei não ser bem assim. Neste caso estão unicamente a preocuparem-se com as suas férias, e  não tendo escutado um pio da hotelaria e agências de viagens, não se justifica.

Aguardo um comunicado das associações de pais sobre as consequências práticas do aumento do número de alunos por turma e a constituição dos mega-mega-agrupamentos de escolas, com impacto óbvio da qualidade de ensino, visível já este ano lectivo. Sentado, é claro, para não me cansar muito.

Comments

  1. xoka pik says:

    As palermices de quem só olha para o seu um_bi_go_de

  2. Dora says:

    Eu também venho a aguardar, de há uns largos tempos para cá,um comunicado das associações de pais sobre as consequências práticas do aumento do número de alunos por turma e a constituição dos mega-mega-agrupamentos de escolas, com impacto óbvio da qualidade de ensino.

    Entre outras coisas.

  3. Dora says:

    Entre outras coisas, alguns EE sempre me pareceram mais activos nas festas de escola, daquelas que se realizam por alturas do final do ano lectivo, ou algures ao longo do ano escolar.

  4. labregos e labregas, ignorantes. que nojo de pais.

  5. Orlando Santos Silva says:

    No meu testemunho em “Razões para não fazer greve” sobre a greve aos exames de 1989 escrevi o que passei e senti como aluno nessa altura que passou por uma greve e o que me aconteceu

Trackbacks

  1. […] 2: “A greve dos professores põe em causa os direitos dos alunos.” Já foi explicado que não é verdade. A greve incomoda muitíssimo os alunos, os pais e, por várias razões, os professores, grevistas […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.