22 tempos e 50 minutos

Caro leitor, se me permite uma pausa, desta vez escrevia directamente para os Profs. Aqui vai:

Meu caro, Concordo contigo! Já está a valer a pena a GREVE!

O Despacho  não impede as aulas de 45 minutos, sendo que continua a referência genérica aos 50 minutos. Mas, mais importante: os 1100 minutos do horário lectivo são para continuar, isto é, 22 tempos de 50 ou 24 de 45.

O corte maior vem por via da Direcção de Turma: 1,5 tempos por cada turma que passam para a componente não lectiva. Em cada 17 turmas, mais coisa menos coisa, vai um horário ao ar.

E por agora, o que me ocorre dizer é que valeu mesmo a pena marcar estas GREVES! Mais um bocadinho e a Mobilidade desaparece!

Comments


  1. Levem isso até ao fim. E não espalhem esta informação, ou ainda os indecisos deixam de fazer greve a pensar que está tudo feito.

  2. Manuel says:

    Nuno Crato responde à pergunta se há professores a mais : não há professores do quadro a mais…..
    Ou seja, Contratados são excedentários, números sem interesse , não são professores porque não pertencem ao quadro!
    Sindicatos ? Têm alguma coisa a dizer? Ou só se preocupam com Mobilidades, 40 horas de trabalho?
    Questões válidas entenda-se , mas querem fazer transparecer que os professores são é uns malandros que não querem trabalhar? Ninguem fala de contratados? Não somos importantes? Ninguem dos sindicatos vem a público falar disto?


  3. Estes tristes governantes dos últimos anos é que
    deviam ser todos mobilizados a grande velocidade
    para o fim do mundo , para os quintos do inferno ,
    para o raio que os parta .
    Só sabem explorar as pessoas , e eu que o diga ,
    para eles ficarem bem e nós mal.
    A culpa é toda nossa porque não temos coragem
    para lhes bater o pé , como na Turquia .

Trackbacks


  1. […] boys de serviço no corner, o caminho não é adiar o exame. A solução é mais fácil do que isso: não aumentem a componente lectiva (número de aulas) dos professores e não apliquem a […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.