Sócrates está de volta

A minha entrada na blogosfera foi feita por um blogue pessoal que nos anos quentes da luta dos professores contra a Ministra Maria de Lurdes teve um papel instrumental muito forte. Em setembro de 2008 resolvi acabar com o Diário de um Professor escrevendo:

The END
Boas,
car@s amig@s, car@s colegas,

o Diário de um Professor chegou ao fim!
São vários os motivos que me levam a deixar este espaço que ocupei durante três anos:
– um país de faz de conta em que a pior Ministra da Educação da nossa Democracia é vista como um
génio;
– um Primeiro que o foi antes de ser engenheiro…
– uma Democracia de faz de conta, onde a cidadania é vista como uma brincadeira
– uma pro fissão que o deixou de ser…
E claro, o desgaste, o tempo que um espaço como este também exige.

Quando decidi escrever isto tinha um percurso feito de oposição quase permanente a José Sócrates e às suas políticas para as carreiras dos funcionários públicos e em especial os professores. Os ataques feitos à profissão docente foram tão intensos que nem me atrevo a trazer para cima da mesa as decisões acertadas que foram tomadas em relação à Escola Pública.

Meu caro Daniel, Mea culpa – também eu me deixei levar pela dimensão pessoal do ataque. Não era possível fazer oposição a Sócrates e a Maria de Lurdes apenas na esfera formal da política.

Curiosamente (ou talvez não) na Manif do passado sábado este foi um dos temas de conversa: Sócrates ou Passos? Maria de Lurdes ou Crato?

Eu sei, colega, não dá para escolher, mas eu assumo o risco – até para nem me imaginar do mesmo lado de alguns camaradas do Aventar.

Se (e apenas nessa condição!) tivesse que escolher, não teria qualquer dúvida – escolhia o mau, em função de ter hoje, no Governo o Péssimo – Sócrates e Maria de Lurdes, voltem! Mas, sem perdão, ok?

E a minha escolha tem algumas explicações simples:

– Sócrates defende uma Escola Pública que não é a minha. Passos Coelho quer acabar com a Escola Pública.

– Sócrates defende um Sistema Nacional de Saúde que não é o meu. Passos Coelho quer acabar com o SNS.

– Sócrates defende uma Segurança Social que não é a minha. Passos Coelho quer acabar com a Segurança Social.

Agora podem bater.

Nota: está marcada uma GREVE para dia 8. Parece-me que em breve teremos, pela mão de posteiros afastados, novos posts no Aventar.

Comments

  1. Fernando says:

    E é por estas e por outras que o Joshua Joaquim ainda faz sentido apesar da hipocrisia, das contradições constantes e do fanatismo crescente.

    • joaovieira1 says:

      Sócrates falhou e errou, sobretudo a partir da minguada vitória eleitoral de Outubro/2009. Os professores foram um dos alvos preferidos. Comparando, contudo, Sócrates e Maria de Lurdes com Coelho e Crato, cuja hipocrisia não tem limites, os primeiros ganham de longe. Coelho, aliás, quer pôr o ensino público e os seus agentes ao serviço do seu neo-liberalismo de pacotilha, ferramenta ideológica de que se serve o governo para empobrecer e imbecilizar o país e a maioria do povo quanto mais rapidamente melhor para não doer muito. Energúmenos.

    • nightwishpt says:

      Que parte do Passos querer acabar com o estado social não percebeu?


  2. Sócrates e Passos , são ambos tão maus , que não há escolha
    possível .

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.