A fraude do ensino privado

individualism

Qualquer professor com colégios por perto o sabe, os pais também, a compra de médias mais alta é um objectivo declarado de muitos. Eis que agora nos chega a demonstração matemática: as notas no ensino privado são inflacionadas, favorecendo os seus alunos no acesso ao superior e não só.

Esta vigarice, a que se acrescenta a realização das provas de exame nos colégios contrariando a tradição do ensino em Portugal e o bom senso, é conhecida, aceite, sacudida, suportada por todos nós.

Se do lado de quem pratica a desonestidade não espanta, seja a de quem compra porque instiga os seus a que passem por cima dos outros, fruto de um individualismo exacerbado e  imoral, seja de quem o proporciona, porque o seu objectivo é apenas o lucro e o ranking, já o silêncio do estado e sucessivos governos diz tudo sobre onde chegámos, neste caso a bem pior que há 40 anos.

Comments


  1. Um indivíduo fazer sacrifícios pela comunidade ou uma comunidade que prospera à conta dos sacrifícios do indivíduo não é a mesma coisa que Individualismo.


  2. Este tema apareceu ontem em todos os meios de comunicação social. É mais uma campanha orquestrada. Agora falta saber por quem.


    • A orquestra da verdade é um chatice, aparece sempre alguém a dar música.

    • José Peralta says:

      Campanha orquestrada, ou verdade inconveniente ?

      À data desta reportagem, quero dizer, “desta campanha orquestrada” da TVI, e já lá vão uns meses, as chamadas “autoridades competentes”, leia-se “o crato e seus sequazes”, anunciaram um inquérito (como se não soubessem o que se passava com o descarado apoio e protecção que eles dão ao ensino privado…), de cujo desenvolvimento e conclusões, nunca mais se ouviu falar…

    • Renato says:

      Rui Esteves, o que espanta é que só em 2014 saia esta noticia, como se fosse uma grande novidade. Só neste pais, porque em paises como os Estados Unidos a noticia mais banal é que os seus colégios privados são uma porta de entrada que os pais pagam para entrar nas melhores universidades. Isto é segredo para alguém? Os pais pagam e querem resultados. Porque é que as taxas de reprovação são muito maiores na pública do que na privada? Alguém paga para os filhos serem reprovados? O cliente tem sempre razão. Por exemplo, sempre houve quem saisse da pública para ir para a privada ganhar média.


  3. João José Cardoso,
    Se ainda me não esqueci do inglês (que aprendi na escola e como 2ª língua materna) Hitler defendia que o indivíduo só pode estar ao serviço da comunidade, e portanto defendendo um regime colectivista, contrário ao que está expresso no texto à direita. Julgo que a defesa do ensino público e colectivo associado à imagem e pensamento de Hitler não me parece muito feliz.

  4. Nuno Gonçalves says:

    Para mim público ou privado, o que é preciso é livrar-mo-nos do ensino que produz abortos desta espécie… e juro que não me refiro ao aspecto físico da rapariguinha, mas única e exclusivamente à corcunda que tem no cérebro!!!
    http://stream.publico.pt/Videos/201404/2014428173528_service_09Ceciliaa_854x480.mp4

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.