Depois da tempestade, a bolsa que mais valorizou foi… a grega!

market

Depois da tempestade chinesa, com o mais que óbvio dedo de António Costa no desastre, os mercados acordaram ontem mais optimistas e foi vê-los regressar à abundância que tão bem os caracteriza. Bastou o Banco Popular da China anunciar taxas de juro mais baixas para que uma onda de euforia tomasse conta das praças europeias. Por todo o lado, índices bolsistas dispararam como foguetes no S. João e até por cá o tão nosso – ainda que parcialmente holandês – PSI-20 terminou a sessão com ganhos na ordem dos 4,71%. Contudo, não deixa de ser curioso que o índice grego tenha sido aquele que maior crescimento registou, fechando o dia com uma valorização de 9,38%. Aposto que foi obra e graça da acção do governo português. Sai um cartaz de propaganda troglodita para mesa 10 se faz favor. Portugal à Frente, até na Grécia!

P.S. Os nossos patrões da Fosun e da Haitong perderam mais de 4 mil milhões de euros com a brincadeira. Quando chega a factura?

Comments

  1. Nightwish says:

    Lá se vai a Felicidade…

  2. Ana A. says:

    Peço desculpa por comentar neste post, mas há pouco li aqui um post, dedicado ao Paulo Azevedo da Sonae, que me soou assim como uma “comenda” em prosa, que sinceramente não atingi o alcance, e por isso, comentei: “E…?!”
    Ainda bem que alguém de bom senso retirou o post, pois que eu saiba esse senhor não está em campanha eleitoral! Estará?!

  3. Rui_Silva says:

    E para isso bastou a demissão do Tsipras, e marcação de novas eleições.
    Subirá mais caso os gregos elejam um governo não socialista/comunista.

    cumps

    Rui SIlva

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.