O frentismo dos mercados

Munch

A estratégia do medo e o papão comunista continuam na ordem do dia. Por todo o lado, PàFs e Pàfas disseminam a má nova da catástrofe que se avizinha e anunciam, com a precisão e coerência que lhes é conhecida, que o fim está perto e que os mercados serão impiedosos. Pena os mercados não quererem colaborar o que, convenhamos, é uma enorme injustiça. Anos e anos a defender a sua supremacia, a defender cortes e atropelos constitucionais, e agora que eles mais precisam deles, os sacanas mercados fazem o que melhor sabem fazer: estão-se nas tintas para tudo e para todos.

Vem isto a propósito dos dados ontem revelados que dão conta da descida dos juros das Obrigações do Tesouro, cujo prémio de risco terminou a sessão de ontem no mercado secundário em níveis anteriores aos registados antes das eleições. Que diabo! Então e a ameaça do frentismo, o perigo iminente da estalinização do país, os gulags ao virar da esquina e golpe de Estado em curso? Pobres palermas, nem a chantagem dos mercados lhes deixam fazer. Não há direito!

Imagem: O Grito, Edvard Munch

Comments

  1. anonimo says:

    “PàFs e Pàfas disseminam a má nova da catástrofe que se avizinha”

    É tudo imaginação da Coligação. No entanto, António Costa, acaba por confirmar estes receios da reacção dos mercados, pelo que já tratou de os tentar sossegar.

    “Costa prepara parceiros europeus e mercados para governo de esquerda.
    O PS não é o Syriza”, proclamou ontem Costa, numa intervenção, em conjunto com a entrevista que deu à Reuters, destinada a sossegar os “mercados” e os parceiros europeus relativamente à possibilidade de um governo liderado pelo PS com o Bloco de Esquerda e o PCP.”
    http://www.ionline.pt/artigo/416712/antonio-costa-a-europa-pode-ficar-descansada-o-ps-nao-e-o-syriza-?seccao=Portugal_i

    • joão lopes says:

      o pá,vai trabalhar para o Mercado da Ribeira,que tu só gostas de mercados.alias,vai trabalhar.quanto ao histerismo pafioso,faço a pergunta:é a dra.cristas mega histerica que tem qualidades Empreendedoras para…governar? será que ela fala com o Costa?já agora o jornal I tambem trabalha para os pafiosos,logo é ,muito…parcial

      • anonimo says:

        “que tu só gostas de mercados”

        Quem gosta de mercados, segundo a notícia que indiquei, é António Costa. Mas prefere chutar para canto. Está bem.

      • anonimo says:

        Se não gosta do Jornal I, pode ler a notícia aqui:

        “No mesmo dia em que o secretário-geral do PS fez uma ronda de entrevistas por agências e publicações económicas internacionais, António Costa esteve também reunido com o presidente da Euronext Lisboa, Luís Laginha de Sousa.

        … para o líder do PS conseguir aperfeiçoar a forma de passar a mensagem do seu partido junto dos investidores, de modo a tranquilizar algumas inquietações. ”
        http://www.publico.pt/politica/noticia/costa-sossega-bruxelas-esquerda-respeitara-compromissos-europeus-1711214

        • joão lopes says:

          essa noticia apareceu em todo o lado.quanto aos jornais em geral,se mal lhe posso perguntar,existe algum que não “trabalhe” …para os pafiosos?existe alguma coisa que me escapa em relação ao:a culpa é toda do socrates(é que o bombardeamente foi excessivo o que faz desconfiar muita gente ,tanto que talvez um dia o culpado seja por ex. o MAC)

  2. Ana A. says:

    Esta gente é mesmo burra! Não é que se esqueceram de colocar no boletim de voto, a quadrícula para os “Mercados”?!

    • Hugo says:

      Faltava essa quadrícula e a quadrícula da “esquerda, em geral”.

      • Ana A. says:

        Como a “esquerda em geral” faz parte do Parlamento em particular, as contas estão correctas, no “geral”!

      • Nightwish says:

        E em 2011 onde estava o PSD faltava o asterisco a dizer que não pretendiam seguir nada do que prometiam nem uma linha do programa. Já que falamos de legitimidade política.

        • martinhopm says:

          É bem verdade. Maior aldrabão que o Passos ‘Cuelho’ não conheço! Sei que os políticos são um pouco ou até muito aldrabões, mas este refinou na arte da aldrabice.

  3. José almeida says:

    “O Grito”, é um dos quadros que mais aprecio, e não há melhor para explicar a situação actual. Só a ponte está direita, tudo o resto é desespero.