A herança de Pedro Passos Coelho


Mais um excelente trabalho do Luís Vargas, que coloca, preto no branco, o resultado de uma governação que empobreceu o país e o tornou mais desigual. Recomenda-se a visualização deste curto vídeo para um melhor entendimento daquela que é a verdadeira herança deixada pela coligação PSD/CDS-PP. Um enorme fosso entre um país com uma arma apontada à cabeça e uma pequena elite imune a sacrifícios. Social-democracia? Yeah, right…

Via Geringonça

Comments

  1. Konigvs says:

    O que me pergunto é, vivendo tudo isso na pele que nós vivemos, quem foram os 2 milhões que votaram nos ladrões? E quais as motivações?

    • Helder P. says:

      Não sei se já ouviu falar em Síndrome de Estocolmo, explicaria uma boa parte.

      • Konigvs says:

        Sim, isso explica muita coisa sim. Aliás, tenho colegas de trabalho, que não votando (e ainda bem) me dizem: “não sei onde vamos parar com este governo a dar estes direitos todos”. E há qualquer coisa de muito tortuoso nas mentes destas pessoas com este tipo de pensamento.

    • Uma grande parte, não tenho dúvidas, são amigos e familares de apaniguados do regime, não só em Lisboa como em toda e qualquer freguesia controlada pelo PSD ou CDS, que controlam não só a função pública local como empresas públicas e lugares nas empresas que financiam campanhas e obtém, posteriormente, ajustes directos. É uma teia densa que vale muitos votos e que, claro, não é exclusiva da PàF. O PS tem uma idêntica.

  2. Patinho says:

    Os padreca têm muita força. Nas missas, nas ipss e nos escuteiros fazem um trabalho de sapa…

    • Konigvs says:

      Olhe que não. As igrejas estão cada vez mais às moscas. Já quase ninguém se casa, e mesmo na aldeia onde vivo, cada vez há mais “mães solteiras” fruto de gente que se junta. É verdade que depois quer batizar o filho…não vá o diabo tecê-las! mas a influência do clero é cada vez menor. Acho que a explicação terá de ser outra…

      • os padrecos ainda tem muita influencia, os médicos de família da aldeia também costumam sugerir votar na direita “pela sua saúde”. mas para mim os 2 milhões de votos são por burrice falta de cultura e memória mas principalmente pela enxurrada de propaganda nas televisões a favor da direita. a televisão é a principal fonte de cultura neste país e é dominada escandalosamente pela direita. e também o antigo e fiel votante de uma vida no determinado partido, geralmente idoso e que não faz ideia da central de negócios em que se transformou o partido porque no telejornal da 8 não lhe disseram..

  3. Manuel Gomes says:

    Isto não é sério. O país estava na bancarrota, o que necessariamente obriga a um ajustamento violento, afectando a maioria da população. Ora, a maioria da população é pobre, pelo que o impacto teria que recair, precisamente, nessa camada. Infelizmente, o autor do post devia investigar as razões para as três falências do regime, em vez de se lamentar das consequências.

  4. Joe Baptista says:

    Este tipo é asqueroso. Mentiroso e lacaio do Big Business.

Trackbacks

  1. […] elevada factura pelo experimentalismo liberal a que fomos sujeitos. A herança da governação PSD/CDS-PP, por muito que o ministério da propaganda se esforce por mascarar a realidade, causou […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s