2M: Maré da Educação (II)

No Porto,  às 15h, em frente à DREN.

Em Lisboa, às 14h30, em frente ao MEC.

Mais informações no Face do evento.

2M: Maré da Educação no Porto

Pela Escola Pública!

mare-da-educa640

Alunos, Pais, Administrativos, Auxiliares, Professores, etc… TODOS juntos na Maré da Educação que vai engrossar o MAR de GENTE que vai voltar a encher a Avenida dos Aliados.

O Estado, o caraças!

Pago eu, pagas tu, só não paga ele!

Isabel Moreira, mais uma vez, exemplar

Isabel Moreira acaba de publicar dois documentos que merecem a nossa atenção e o meu aplauso:

– No seu perfil do Face, um nota sobre o voto favorável à excelente proposta do BE de fornecer o pequeno almoço nas escolas – ironia das ironias, o debate foi feito com João Grancho:

A maioria parlamentar chumbou a proposta do Bloco de Esquerda (BE) para que as crianças de famílias em dificuldades possam aceder ao pequeno-almoço escolar. A deputada Isabel Moreira, do PS, votou a favor, acabando por ir contra a orientação do próprio partido.

A votação da proposta do Bloco de Esquerda foi alvo de acesa discussão com as bancadas da maioria e o secretário de Estado do Ensino Básico, João Grancho. No final, a medida acabou por ser chumbada com os votos contra do PSD e CDS-PP e a abstenção do PS.

Ana Drago, do BE, defendeu as premissas da proposta. “Permitam às famílias que inscrevam os seus filhos de acordo com o que é o entendimento das suas próprias dificuldades. Criem recursos que envolvam as famílias. Se tal não for feito, o programa vai continuar a falhar”, afirmou a deputada.
No aspirinaB, um apontamento temporal ao marido da Maria e à maioria que já não o suporta.

Subir para cima e depressa

Parece ser o lema de quem não quer dar aulas.

Nuno Crato, o ministro da desunião

Tendo em conta o passado próximo, as desconfianças enunciadas pelo Paulo Guinote fazem sentido. No entanto, a atitude hoje assumida por várias entidades, exigindo ser recebidas em conjunto, teve o condão de obrigar Nuno Crato a definir-se.

Em primeiro lugar, mostrou-se manhoso, um político a sério, no sentido maquiavélico do termo, ansioso por conseguir dividir os adversários, lançando-os uns contra os outros. Depois, fez uma declaração que, parecendo explicar a sua atitude, serviu, na realidade, para manifestar o desejo de desunião: “Uma coisa são problemas salariais e falamos com os sindicatos; outra são as preocupações dos pais, e falamos com os pais; outra são as dos directores, como é o caso da organização de trabalho das escolas.”

A verdade é que, do ponto de vista de quem se preocupa com Educação, todas estas questões têm de interessar a todos. Um pai consciente deseja professores justamente remunerados; todos os professores e directores deverão ser sensíveis às preocupações dos pais; a organização de trabalho das escolas não diz respeito apenas aos dirigentes escolares, como é evidente. Note-se, entretanto, a armadilha insidiosamente estendida aos sindicatos e aos professores, reduzidos a uma gente materialista, preocupada, apenas, com o dinheirinho.

Nuno Crato definiu-se. É chegado o momento de todas as entidades e todas as pessoas ligadas à Educação fazerem o mesmo e, a propósito, não é demais lembrar que as manifestações e as vigílias são importantes, mas não são suficientes. Por isso, em minha própria representação, estarei, amanhã, às 17h, em frente à DREN.

Adenda: eu escrevi “amanhã, às 17, em frente à DREN”? Não é amanhã, é hoje. Até logo.

Honra aos Conselhos Gerais das Escolas de Gaia!

Gaia: DREN acusada de violar lei na agregação de escolas, visada nega

Comunicado Dos Presidentes Dos Conselhos Gerais Das Escolas Agrupadas E Não Agrupadas Do Concelho De Vila Nova de Gaia

A simples ideia de fundir escolas, sempre com intuitos meramente financeiros, é, em si mesma, vergonhosa, contrária à proximidade que a comunidade escolar deve cultivar entre aqueles que a constituem. Como se isso não bastasse, o processo fingidamente democrático imposto pelo Ministério da Educação acrescenta vergonha à vergonha.

O Conselho Geral foi um dos muitos monstros criados por Maria de Lurdes Rodrigues para retirar poder aos professores. Ainda assim, como muitas más ideias, há quem saiba utilizá-lo em defesa da comunidade.

Estão de parabéns os conselhos gerais das escolas de Vila Nova de Gaia, porque souberam transformar-se em instrumentos a favor da Educação. Esta atitude torna ainda mais escandaloso o silêncio cúmplice dos conselhos gerais do resto do país.

Insisto: um dos grande problemas da Educação em Portugal é a abstenção quotidiana. Quando os cidadãos deixarem de se abster, em favor do bem comum, os governos serão obrigados a mudar.

Silêncios da DREN que incomodam – violência sobre Professores

Sou do tempo em que um Professor, de seu nome, João Grancho criou a linha S.O.S. Professor. Dizia-se na altura que “em parceria com a Universidade Lusófona do Porto e a Liberty Seguros,” a linha telefónica SOS Professor deveria servir de “apoio a docentes vítimas de agressão e indisciplina.

João Grancho

João Grancho

Sou também do tempo em que o mesmo Professor, João Grancho, exigia que o Ministério da Educação saísse à praça dizendo de sua justiça perante mais uma caso de violência contra docentes.

Podemos facilmente verificar o quanto o sr. Professor João Grancho tem em atenção esta temática.

Estamos, até por isso, todos muito curiosos por ver o que vai fazer o Sr. Professor João Grancho, agora Diretor Regional de Educação do Norte perante mais um caso de violência, desta vez, aqui em Vila Nova de Gaia.

Diz-se no site da A.N.P. que a linha fechou. Será que perante tal competência a encerrar coisas, o Ministro Nuno Crato convidou o sr. Professor João Grancho para fechar a DREN? Ou será que foi para a DREN porque é militante do PSD? Tal como são os seus adjuntos (PSD e CDS).

E o que dirá o Sr. Professor João Grancho sobre esta agressão, agora divulgada?

Margarida Moreira deixa a DREN

Margarida Moreira deixa de ser a Directora Regional de Educação do Norte.

Para mim teve um mau desempenho, fundamentalmente, pela agressividade que usou na comunicação com toda a gente. Para o que eu esperava dela, foi uma surpresa negativa – sei que ela não é o que mostrou e não mostrou o que poderia ter sido.

O que se segue?

Alguém que vai certamente mostrar todas as potencialidades que tem. Estou optimista. Sei que poderá parecer uma mudança na continuidade, mas realmente são 180º, os graus desta alteração. Boa sorte!