Ide Trabalhar

25 de Abril… É o dia que vem depois do 24 e antes do 26, no calendário de Abril.
Esta informação é tanto mais importante quanto cada um de nós quiser procurar de que lado está relativamente ao dia 25. Sendo uma posição relativa, é sempre relativo, como quase tudo.
Mas, estar no dia 24 ou no dia 26 ainda não é a mesma coisa. Estamos em Março – portanto, antes de Abril. Aliás, vejo primeiros-ministros a correr na ponte e penso que talvez o calendário esteja a andar ao contrário. Parece que, para alguns, depois de Março vem Fevereiro. Depois do 25 de Abril, chegou o 24.
Não faço declaração de intenções sobre noções elementares de lateralidade – a Esquerda e a Direita são hoje quase tão relativas como o antes e o depois do 25. Também não sei se o percurso a caminho do 24 começou à Esquerda ou à Direita, nem tão pouco quem o está a caminhar a toda a velocidade.
Mas faço declarações de intenções sobre todos os que nos últimos 35 anos chegaram aos cargos públicos para se servirem do nosso esforço. Incluo aqui TODOS os que, à Esquerda e à Direita, nunca trabalharam, “nunca fizeram nada de útil” e chegam ao Poder através das Jotas. Multiplicam os tachos entre os tachistas. Multiplicam os privilégios e as mordomias pelos amigos e familiares. Vivem à nossa custa, enquanto nós, que trabalhamos, nos esforçamos para sobreviver por causa deles. Eu sempre desconfiei de quem nunca trabalhou – o trabalho é o pilar da dignidade humana.
Por isso, eu, que nasci depois do 25 de Abril, exijo que Portugal comece a andar outra vez a caminho do dia 26!
Por mim, por nós: em 2009, vou tentar mudar o calendário para o dia 26. Estou farto do 24! E a todos os que nunca trabalharam, sejam deputados ou primeiros-ministros:
Ide trabalhar!”

P.S.: a prova de que o Aventar está a ser um sucesso está no facto de o PSD ter seguido esta minha sugestão, ainda na fase anterior ao Post. Isto é, resolveram ir trabalhar. Pelo menos é a única explicação que eu encontro para a ausência de candidatos à Europa. E da respectiva campanha. Pelo menos não são como o Vital Moreira. Não chateiam. Está bem visto!

Comments


  1. […] “Ele sempre e só andou na Jotinha, tem agora que fazer um papel diferente do de Sócrates para aparecer como líder natural quando o outro cair – será Seguro ou Costa? Acontece que Seguro anda demasiado calado e isso confirma a minha ideia sobre gente das Jotinhas – nunca trabalharam: http://aventar.eu/2009/04/07/ide-trabalhar/” […]

Trackbacks


  1. […] jotinhas dos Partidos (PS, PSD e CDS) são um fantástico mecanismo de promoção social – todos o sabem. Também sabemos todos e eu já o escrevi no Aventar, o que significa o movimento sindical para o […]

Deixar uma resposta