Paulo Morais em Matosinhos?

Paulo Morais é um homem sério. É a opinião que tenho dele. Talvez por isso seja ainda uma figura de segundo plano no partido do qual é militante. Frontal e directo, não tem problemas em apontar os erros e os “desvios” provocados por relações perigosas entre políticos e empresas.

Ficaram-me, do passado, as críticas que proferiu a propósito das asneiras urbanísticas de muitas cidades, provocadas por negócios obscuros, como lhes chamou, entre autarquias e empresas de construção civil.

Por mim, sempre achei as críticas como um pouco exageradas. Muitas das situações existentes são fruto de um simples, embora assustador, mau gosto e de falta de higiene urbanística.

Não espantou ter ficado de fora da lista de Rui Rio para o actual mandato na Câmara do Porto, depois de ter sido vice-presidente nos primeiros quatro anos. Nem surpreende se aceitou, de facto, a candidatura à Câmara de Matosinhos. O que surpreende é o convite ter sido formulado.

Se ganhar as eleições poderá ser um bom presidente de câmara. Já tenho dúvidas é se será um bom candidato. Ainda para mais num concelho tão complexo sociologicamente como Matosinhos e com as duas candidaturas que estão no terreno.

Comments


  1. O que diz o PSD: “O Gabinete de Comunicação da Distrital do PSD/Porto afirma que qualquer nome que neste momento seja referenciado para candidato pelo PSD à Câmara de Matosinhos, como é o caso do Dr. Paulo Morais, hoje citado pela LUSA, não passa de uma mera especulação. A concelhia de Matosinhos, em consonância com a Distrital do PSD/Porto, já tem candidato e que será, em principio, apresentado durante a primeira quinzena de Maio”

  2. Ricardo Santos Pinto says:

    Um nome forte, que pode aproveitar a divisão no PS.Um bom candidato e, seguramente, um bom Presidente!

  3. Luis Moreira says:

    Seria um bom presidente, mas enquanto tiverem aí em cima a mandar um “estadista” como o Marco António, as boas notícias têm sempre que esperar!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.