Objectivos Individuais: Tribunal dá razão aos professores

O Tribunal acaba de aceitar uma das providências interpostas pela Fenprof relativamente ao processo da avaliação de docentes e, neste caso, relativamente aos Objectivos Individuais. Nenhum professor pode ser penalizado pelo facto de não ter entregue os seus Objectivos, e são mais de 60 mil aqueles que não o fizeram.
Pelos vistos, os Sindicatos tiveram sempre razão e o parecer de Garcia Pereira foi um precioso auxílio. Mal andaram os professores que tiveram medo e que não souberam resistir a Conselhos Exedcutivos lamentáveis e a um Ministério da Educação vergonhoso.
Professores: levantem-se outra vez. Vamos à luta para derrubar definitivamente este modelo de avaliação que, afinal, está morto antes ainda de começar.
Os professores estão de parabéns!

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Ricardo, aceitar uma providência cautelar é meio caminho andado mas não quer dizer que o Tribunal tenha dado razão à Frenpof. No fundo o tribunal está adizer,OK, vamos parar para conversar.


  2. É como diz o Luís Moreira. E conversar é algo que as duas partes não têm feito ultimamente. Reunir, reúnem. Berrar, também berram. Bater o pé, batem. Agora conversar, isso é que está mais difícil.

  3. Luis Moreira says:

    Só quando houver uma escola autónoma.Entre o ME e o Sindicato há, só, uma luta de poder.Já pouco tem de a ver com a escola.