ETICA E EDUCAÇÃO (1)

(manel cruz)

ETICA E EDUCAÇÃO (1)

 

 

Sobre este tema irei publicar alguns textos.

Gostaria, no entanto, de dizer que eles não reflectem a opinião ou a abordagem de um profissional da Educação. Antes constituem a opinião pessoal e a reflexão de um simples cidadão que, felizmente, se preocupa com estas coisas.

Quando me pedem para abordar em público estes complexos assuntos, fico sempre muito receoso. E isto porque é necessário dizer palavras, muitas palavras. E eu não quero dizê-las só por dizer. Não suporto fazer das palavras ingredientes de caldeirada. Tenho muito respeito pelas palavras e pela verdade nuclear que as constitui. Tenho muito medo de poder esvaziá-las ou atraiçoá-las. As palavras, elas mesmas, têm necessidade de ser ditas com rigor, senão não passam de palavras, e eu tenho necessidade de as dizer sentindo, senão não passo de mero dizente. O teor destes textos facilita-me a tarefa, ao criar-me não só a necessidade mas também o prazer e a honra de os fazer com algum sentido, verdade e coerência. O juízo é vosso, se tiverem a pachorra de me ler. 

Por outro lado, se as palavras têm um sentido para aquele que as diz, podem não o ter para aquele que as ouve, se as palavras têm um significado para aquele que ensina, podem não o ter para aquele que aprende. O conceito de sentido é fundamental na comunicação. E o sentido está dentro de cada um de nós e resulta da forma como respondemos interiormente às nossas experiências, que não é a mesma de cada um daqueles que nos ouvem. O sentido é fruto de um processo complexo em constante movimento, e ao transmiti-lo, nunca devemos esperar uma colagem pura e simples mas sim uma profunda integração consciente nos mecanismos construtivistas do sentido dos outros. A razão e as palavras são a nossa maior riqueza e nossa melhor arma, a qual, como todas as armas, deve ser usada com o mais profundo sentido da responsabilidade.

Pelo facto de não ser profissional, como já disse, e por ter medo, eu tentarei fugir propositadamente e estrategicamente da especialidade, nomeadamente do âmbito da educação escolar específica, para abordar, de uma forma mais ampla e abrangente, a educação social do Homem e o seu desenvolvimento a vários níveis. (Continua).

                      (manel cruz)

             (manel cruz)

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.