Para o BE chegou o momento

O BE irá crescer até sucumbir ao poder, quando não for mais possível crescer à custa das franjas do PS. Para continuar a crescer terá que entrar nos eleitores do PS e mesmo nos que vagueiam entre o PS e o PSD, e nessa altura vai começar a ter que tomar decisões que desagradam a muitos. E não pode continuar fora do exercício do poder sem pôr em causa o voto útil. Se não quer governar precisa dos votos para quê ?

Esta dificuldade viu-se bem no debate com Sócrates quando percebeu que as suas medidas quanto aos PPR podem ser lidas como retirar milhões de euros à classe média, o que ,a bem da verdade, não tem que ser assim. Mas, pela primeira vez, titubeou e isso foi um momento que poucos esquecem. Talvez o momento mais importante de todos estes debates.

Outra coisa poderá ser o seu papel enquanto facilitador da governação a nível parlamentar, ajudando as maiorias para concretização das políticas inadiáveis ao país. Nesta função poderá ser de uma grande utilidade assim tenha sentido de Estado, mas sem largar mão do que o diferencia do PS e do PSD.

Os grandes investimentos públicos e a dívida externa, o tecido empresarial criador de riqueza e as grandes empresas públicas e os seus monopólios, a Banca e a sua posição de favor, a Justiça e a sua complexidade de interesses estabelecidos…

Para o BE chegou o momento da verdade!

Comments


  1. Boa posta. Não sei se chegou o momento da verdade para o BE, mas, mesmo não sendo eu um homem de esquerda, é verdade que faz falta à democracia portuguesa que partidos como o BE ou o PCP tenham experiência de poder. Quer dizer, o segundo já teve e foi para esquecer, mas como os tempos mudaram e como já lhes vi excelente trabalho nas autarquias, seria interessante analisar o desempenho governativo desta gente.

  2. maria monteiro says:

    Quando tinha 17 anos ouvia que estávamos a viver tempos de mudança… tive que esperar mais 4anos para que acontecesse ABRIL. Agora o meu filho tem 17 anos, quem sabe se daqui a 4anos também esteja a viver tempos de mudança…. : -)