Sócrates e a Podridão

O nosso pais está podre.
No final da campanha para as legislativas só podemos concluir que o “crime compensa”.
Vejamos:
José Sócrates conseguiu aniquilar totalmente os focos de contestação que existiam e que poderiam contribuir para a sua derrota. Conseguiu acabar com o Jornal Nacional da TVI. Conseguiu rebentar com a credibilidade de um jornal de referencia (Público) e provocar, a mais que previsível, saída do seu Director (José Manuel Fernandes). Conseguiu inverter o caso das escutas, colocando toda a carga negativa em Cavaco Silva (tido por Sócrates como um rosto da sua oposição). Tudo isto em plena campanha eleitoral! Mais, conseguiu a extraordinária faceta de reverter tudo a seu favor. Conseguiu mesmo fazer-se de vitima e manipular tudo e todos para que se crie a ideia da cabala contra si… “Freeport nunca existiu”, “O seu braço direito e esquerdo, Pedro Silva Pereira, nunca foi constituído arguido no caso Freeport”, “A Universidade Independente foi especulação jornalística”, “Os projectos assinados por outro foi invenção dos jornais”, “A falsificação da ficha interna de deputado nunca existiu”.
Sócrates conseguiu mesmo vestir a pele de cordeiro e “fingir” que nada teve a ver com isto. Conseguiu mesmo criar a ideia que o PSD esteve por de trás desta manigância…
O pais está podre e Sócrates é o seu principal responsável. O país tem medo e Sócrates foi quem mais contribui para este estado de coisas. Os jornalistas já não defendem a sua classe e os seus pares e foi Sócrates que os dividiu.
O PSD veio defender a liberdade, a democracia e a tolerância e ninguém lhes passou cartão. Isto apenas acontece porque o país está podre tal e qual como a nossa democracia. E o principal responsável é o PS!
Eu, como cidadão que quero continuar a ser livre, digo NÃO! Não ao absolutismo, não à ignorância, não à asfixia, não ao controlo totalitário da comunicação social, não à perseguição, não à podridão!
Por tudo isto, EU VOU VOTAR! Por tudo isto, e apesar de não simpatizar com Ferreira Leite, eu vou votar PSD. O voto útil contra a podridão é no PSD.

Comments

  1. Adão Cruz says:

    Amigo RicardoPlenamente de acordo com tudo, até ao parágrafo em que começa a falar do PSD. O texto é uma espécie de iguaria que está a saber muito bem, mas de repente aparece uma mosca lá metida.Um abraço

  2. Luis Moreira says:

    É isso Ricardo, votar contra o PS. Quantos são?

  3. Ricardo Almeida says:

    Não há cenários perfeitos… compreendo o que diz, mas vou tirar a mosca para o lado e continuar… Confesso que não vivo bem com este estado de coisas…Um abraço,

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.