Entre-Campos: Lisboa Arruinada

Em Entrecampos, o enorme terreno onde outrora se ergueu a Feira Popular, encontra-se limpo de ruínas e aguarda por novas construções. A cidade de Lisboa tem sido privada de espaços de lazer e a Feira Popular foi um grande polo de atracção durante décadas, onde gerações se divertiram no luna park disponível, comemorando aniversários ou participando em patuscadas nos Santos Populares. É um apetecível espaço para o sector betoneiro que domina o país e é com preocupação que os lisboetas imaginam o uso a que está destinado. Será decerto mais um colosso a perder de vista e sem qualquer interesse para a população, com volumetrias disparatadas, alumínios e placas em pedra polida ao gosto de qualquer WC de hotel de Tegucigalpa. Nada de novo.
Lisboa precisa urgentemente de espaços lúdicos adaptados às novas necessidades de uma juventude adepta de novos desportos e formas de lazer. Este terreno seria ideal para a construção de um prolongamento do jardim do Campo Grande, estendendo a malha verde em direcção ao renovado Campo Pequeno e incluindo pistas para ciclistas, skatters e patinadores.
Argumentarão com os compromissos tomados. Gesticularão com a ameaça de indemnizações, processos em tribunais nacionais e europeus. O interesse da comunidade está muito acima dos jogos da especulação e seria curioso verificar até onde pode ir a cumplicidade entre as diversas forças políticas dominantes na Câmara e as empresas investidoras interessadas ou “proprietárias” do espaço. Como disse anteriormente, nacionalizações ou expropriações “Por Bem” não amedrontam seja quem for. Ficamos – na certeza da dúvida – à espera de um projecto do arq. Ribeiro Telles.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    A primeira coisa que fizeram foi embrulhar este terreno no negćcio da Parque Mayer, não fosse perderem-se as torres do Frank Guéry, que só nas duas passeatas que cá fez, levou 1 milhão de euros. O lobby Judeu a funcionar… quem não pode sonhar com o que propões somos nós os lisboetas. Espaço para jardim ? Não deixa margem para construir ali milhares de m2…

  2. maria monteiro says:

    no Campo Grande os jardins são utilizados apenas de passagem por quem utiliza os transportes públicos e, mesmo assim prefere ir pelos passeios laterais do que pelo jardim (talvez com medo dos assaltos) uma ou outra bicicleta vai passando mas pouco mais … nós utilizamos pouco os jardins e então se falarmos nos de bairro ou nas pracetas só mesmo quem vai passear o cão e… por lá fica o que devia ser apanhado

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Entre-Campos: Lisboa Arruinada: Em Entrecampos, o enorme terreno onde outrora se ergueu a Feira Popular, encontra… http://bit.ly/cwle9s […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.