Comentário do próprio Eric Frattini

(Comentário de Eric Frattini a Nuno Resende, no meu post “Los papas e el sexo”. Vale a pena ler).
Querido amigo Nuno,
Siento no poder responderte en portugués, porque no lo entiendo, pero paso a contarte una cosa. Desde 1960, el Vaticano ya conocía de forma oficial los abusos sexuales sobre niños y seminaristas. Juan XXIII firma un documento de 62 páginas en las que da instrucciones a la Curia para que escondan todos los casos y que los pederastas sean tratados como ‘pecadores’ y no como ‘delincuentes’.
Y en eso llegó Juan Pablo II y el cardenal Ratzinger. Desde 1981, Ratzinger tenía ya sobre su mesa cientos y cientos de casos de abusos sexuales por parte de altos cargos, no sólo sacerdotes. ¿Qué hace Ratzinger? pues redacta un docunento, en forma de adendo sobre el documento de Juan XXIII, en el que da instrucciones a todo el clero para que los casos de abusos sobre niños o seminaristas sean tratados en el Vaticano y de que en ningún caso pueda ser denunciado a las autoridades policiales del país en donde se cometió el delito o ‘pecado’.
Así es que amigo, Nuno me creo bien poco las disculpas en forma de ‘carta pastoral’ de Benedicto XVI. Si quieres más información, lee mi próximo libro que saldrá en Portugal en el mes de octubre de 2010, titulado ‘Los Papas y el Sexo. De San Pedro a Benedicto XVI’ (Bertrand Editores), en donde hago un gran repaso histórico de como los papas han tratado el sexo y como la mayor parte de ellos, lo han practicado.
Como dijo un día un sabio: “De todo hay en la Viña del Señor”.
De cualquier forma ha sido un placer responderte.
Estaré en Lisboa el 25 de mayo, presentando mi nueva novela en El Corte Inglés y editada por Porto Editora ‘El Laberinto de Agua’, una novela por cierto, condenada por el Opus Dei en España. Será todo un placer saludarte en Portugal, así como a todos los que formáis parte de este blog….
Un saludo a todos

ERIC FRATTINI

www.ericfrattini.com

Comments

  1. Talvez... says:

    Gostaria de saber qual é o dito documento de 62 páginas. Acaso não sabe se se referia ao dito Crimen Sollicitationis ou ao Graviora Delicta?


  2. É um pouco deselegante que use o meu nome para fazer publicidade à novela do senhor. Enfim, já percebi que o Adão é uma espécie de Harry Potter que tem como missão destruir Voldemort. E de facto, a ficção é, por vezes, muito mais empolgante do que a realidade…


  3. Não me chame deselegante porque, por natureza, sempre procuro não o ser. E não vejo aqui, sinceramente, qualquer ponta de deselegância. Pelo contrário. Apenas quis pôr as coisas no seu lugar, pois trata-se de um comentário não ao meu post mas a um seu comentário, que são coisas diferentes. Até porque é a si que ele se dirige logo no início. Seria deselegante, isso sim, eu transcrever o comentário eliminando o seu nome. Quanto a ficções, não sou homem de ficções.


  4. Amigo “Talvez”, tem o endereço electrónico de Eric Frattini no comentário. Creio que é uma boa pergunta para lhe colocar. Por mim não sei responder-lhe.

  5. graça dias says:

    concordo plenamente contigo nuno resende. coragem e parabéns

  6. maria monteiro says:

    Comprei esta semana “O Labirinto de água” e já comecei a ler… se tiver oportunidade lá estarei a 25deMaio


  7. Bravo Maria. É a ler, a ler muito e a conhecer muito que as pessoas se podem entender e entender este complicado mundo. Lançar bocas à toa é a coisa mais fácil e mais acessível a quem não tem dentro de si a coragem de enfrentar o pensamento de olhos abertos, e a inteirar-se seriamente e conscientemente dos fenómenos que estão para além da acomodaçao e da vida sem questões e sem inquietações da mente. Tudo isto é bem mais difícil e custoso. Mas é a única e verdadeira forma de nos respeitar-mos a nós mesmos.


  8. Adão Cruz :
    Bravo Maria. É a ler, a ler muito e a conhecer muito que as pessoas se podem entender e entender este complicado mundo. Lançar bocas à toa é a coisa mais fácil e mais acessível a quem não tem dentro de si a coragem de enfrentar o pensamento de olhos abertos, e a inteirar-se seriamente e conscientemente dos fenómenos que estão para além da acomodaçao e da vida sem questões e sem inquietações da mente. Tudo isto é bem mais difícil e custoso. Mas é a única e verdadeira forma de nos respeitar-mos a nós mesmos.

    Dou-lhe inteira razão.

  9. Talvez... says:

    Tentei contactá-lo: até agora não obtive resposta.
    Por isso, o que posso dizer deste comentário… é que em nada mudou o que penso do actual Papa.
    Porquê? Porque o que até agora ouvi está dependente do passado. O Papa não publicou já uma encíclica (ou seja lá qual for o nome que lhe dão) a estabelecer a obrigatoriedade de denúncia? O que lhe querem mais?

  10. joão Nunes says:

    Criticam este Papa, mas é por via dele que tudo isto tem vindo ao de cima.
    Portanto, calminha.

  11. maria monteiro says:

    calminha porque… digamos que é mais por via das denúncias


  12. Evidentemente. Se não fossem as broncas terem vindo ao de cima, continuarem a vir, e o que mais se verá, ele mantinha-se caladinho como um rato…zinger.

  13. Talvez... says:

    maria monteiro :
    calminha porque… digamos que é mais por via das denúncias

    Em 2001 (antes de todas estas confusões), o então Cardeal Ratzinger promulgou a epístola Graviora Delicta contra o encobrimento dos casos de pedofilia.

  14. maria monteiro says:

    e depois? já lá vão nove anos e os padres pedófilos, os seus encobridores… continuaram e continuam nos altares como se nada fosse…

  15. Talvez... says:

    maria monteiro :
    e depois? já lá vão nove anos e os padres pedófilos, os seus encobridores… continuaram e continuam nos altares como se nada fosse…

    O que queria dizer é que este Papa, mesmo antes de ser Papa, empreendeu uma luta contra estes desvios.

    • Luís Moreira says:

      Talvez, o problema deste Papa é que enquanto responsável pela Comissão da Fé, encobriu estes crimes, porque, segundo ele “havia que salvar a reputação da Santa Madre Igreja” , isto é ,há para Ratzinguer, um valor maior que as vítimas da pedofilia. Essa é que é a questão…

  16. maria monteiro says:

    há aí uma pequena confusão papal … é que não são desvios meu caro Talvez SÃO CRIMES e estamos a falar de CRIMINOSOS

  17. Talvez... says:

    maria monteiro :
    há aí uma pequena confusão papal … é que não são desvios meu caro Talvez SÃO CRIMES e estamos a falar de CRIMINOSOS

    Crimes que são também desvios. A pedofilia não é normal, representando pois um desvio.

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Comentário do próprio Eric Frattini: (Comentário de Eric Frattini a Nuno Resende, no meu post “Los papas e el sexo… http://bit.ly/dnUcTc […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.