1.300 milhões euros/ano – parcerias.

Neste momento pagamos só em parcerias público/privadas 700 milhões de euros/ano. A partir de 2012 passaremos a pagar 1.300 milhões de euros /ano!

Esta é a factura das tais obras sem custos para o Estado, que durante anos nos andaram a vender. Começou, a ideia genial, com Guterres e fez caminho nos governos seguintes perante a indiferença de todos nós. Então com Sócrates até dói a mentira mil vezes repetida, que os grandes investimentos se pagam , faz-se agora paga-se depois, o velhinho de Bruxelas paga, tudo grátis, está aí a factura.

Ser  o país com mais autoestradas por metro quadrado custa dinheiro, fica muito caro alimentar as construtoras com ciclos de obras públicas cada dez anos.

E agora paga-se como? Com o empobrecimento da população, com mais impostos, congelar vencimentos e pensões, cortar nos subsídios sociais, arrefecer a economia reduzindo a procura interna, correndo o risco de entrarmos em recessão…

Há três meses atrás o grande desígnio de Sócrates era lançar as grandes obras públicas…

Homem de Estado, visionário, estadista…

Comments

  1. Frederico says:

    Pois é Luis. Temos sido governados por incompetentes. Mas não se pedem contas a esses senhores? Pior _ continuamos a pagar-lhes as suas chorudas reformas?

  2. maria monteiro says:

    estiveram todos tão bem que o milagre é mesmo nada de pedir contas, nada de cortar reformas

    mordomia para uns … sacrifícios para outros

  3. Luis Moreira says:

    0 pior. Frederico, é que tudo isto é comandado por interesses obscuros e nada tem de interesse nacional. No dia em que isto mudar de governo, a minha posição é a mesma . Escrutinar, criticar ,agitar. Sem uma sociedade civil forte, sem medo, não vamos a lado nenhum!

  4. António Soares says:

    Afinal ,quem governa quem?!Serão os maçónicos?Será a opus day?Será a carbonara?O governo de Sócrates não é de certeza…

    .

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.