Hotéis e clínicas médicas sem licença pode ser, bolas de berlim na praia é que não

bola-de-berlim_1203

 

O Diário de Notícias avisa-nos que o hotel de cinco estrelas Crowne Plaza, em Vilamoura, está a funcionar "sem alvará de utilização". É normal.

Acontece com hóteis, clínicas médicas, restaurantes e muitos outros estabelecimentos. Podem abrir sem legalização. E sem problemas.

Agora se for para vender bolas de berlim na praia, lá isso, não… Afinal somos um país europeu.

Comments

  1. carlos fonseca says:

    Nada sei relativamente a hóteis, mas quanto a hospitais e clínicas privadas asseguro que há unidades a funcionar sem a licença. Para emitir uma licença hospitalar, há uma quantidade de entidades envolvidas: inspecção-geral de saúde, bombeiros e não sei quem mais. Sucede que o processo é burocrático e, sem supervisão, dá origem às ilegalidades que referes.


  2. Bem visto. Ao rol, há agora a adicionar a lei insossa.

    Este tipo de legislação como a das bolas de berlim, das ginjinhas, do sal e demais ASAEsísses têm sempre como denominador comum que, sem uma lei, o consumidor agirá como uma traça em rumo para a luz.


  3. Bem visto. Ao rol, há agora a adicionar a lei insossa.

    Este tipo de legislação como a das bolas de berlim, das ginjinhas, do sal e demais ASAEsísses têm sempre como denominador comum que, sem uma lei, o consumidor agirá como uma traça em rumo para a luz.


  4. Pois sim, Carlos. Se há muita burocracia há dois caminhos: reduzi-la ou fazer com que os serviços funcionem mais depressa. Isto também é economia, também mexe com o PIB e o défice. também faz parte do que se chama qualidade de vida.

  5. Sofia says:

    Que saudades das bolinhas de berlim sem recheio que comia nas praias do Algarve, quentinhas, logo pela manhã, lá vinha uma senhora a apregoar: é as bolinhas de berlim, quentinhas…hummm.

Trackbacks


  1. […] vertente do licenciamento do serviço, julgo oportuno destacar o que o José de Freitas escreveu há dias no ‘Aventar’. De facto, para a telemedicina, nem sequer existe qualquer regulamentação do licenciamento e […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.