Mais um marco no jornalismo desportivo português

Eu sei que o “jornalismo” desportivo se faz por e para os fanáticos dos clubes. Que não se dedicam a tentar perceber porque paga o SLB um preço inflacionado por um jogador de futebol, tendo por única preocupação escrever para quem usa palas nos olhos.

Esta capa fica ao nível de um jornal desportivo que em castelhano, hoje, afirma que o Braga tem nome de anedota. É certo que bragas na língua de Cervantes significa cuecas, mas reduzido a anedota ficou o Sevilha. E olé.

Comments

  1. miguel dias says:

    “Que não se dedicam a tentar perceber porque paga o SLB um preço inflacionado por um jogador de futebol, tendo por única preocupação escrever para quem usa palas nos olhos.”
    Eu explico jotajota.
    O Benfica pagou meia dúzia de tostões por DiMaria e Ramires.
    Tás a ver?
    E depois se sabes que …” o “jornalismo” desportivo se faz por e para os fanáticos dos clubes.” porque é que perguntas?

  2. Não, não estou a ver o que tem o custo do Di Maria ou do Ramires, que vieram dos seus países, com os negócios SLB / Atlético de Madrid.
    Mas já começo a perceber porque se paga 8 milhões por um jogador que valia 2 milhões.
    Segue o link que percebes num instante…

  3. Há semanas que não comprava o Record…Mas hoje teve de ser. Era o unico desportivo com algo de interessante na capa.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.