Não esquecer Bradley Manning

O jovem norte-americano acusado de ter passado documento à Wikileaks é o verdadeiro herói em cativeiro, mais que Assange, que como cidadão australiano e com cobertura mediática vai tendo alguns meios de defesa. Bradley vai ser julgado por um tribunal militar, e dificilmente escapará a uma sentença de 50 anos de prisão. Pode manifestar a sua solidariedade na página de apoio no Facebook.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.