Egipto, para já ganha o povo

Para já ganha o povo, o futuro logo se verá. Para já ganha a civilização contra a barbárie. Para já ganhamos todos.

17h27 Paulo Moura, enviado especial do Público, no Cairo: “A praça Tahrir está a encher-se de gente, está a ficar completamente cheia. Não há caos. As pessoas continuam organizadas, estão a fazer os piquetes do costume, são civis que revistam as pessoas para ver se não têm armas. Para entrar na praça é preciso passar por uns 15 checkpoints destes. Na praça as pessoas estão num grau de excitação enorme, dão beijos umas às outras, há um clima de vitória.”

17h21:Mubarak está de saída (especialmente desde que o ministro da Informação o negou)”, escreve o antigo editor de Médio oriente do “Guardian”, Brian Whitaker. Mas exército e Suleiman lado a lado a governar o Egipto é um cenário que não agradaria à maioria dos egípcios.

17h19: “Praça Tahrir, agora: cânticos, música, assobios. Isto já não é um protesto, é um enorme concerto”, escreve no Twitter Arabzy.

Trackbacks


  1. […] a declarar-me egípcio e a celebrar antecipadamente, ontem. Agora, enquanto todos festejam, felizmente, chegou a hora de fazer de advogado do diabo e […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.