Para acabar de vez com o copianço no CEJ (e não só)

Porque carga de água os exames no CEJ não são de consulta? na vida real não é suposto que ministério público e juízes consultem os códigos, os acordãos, etc. etc? Ou será que os estudos jurídicos se continuam a basear no marranço sebenteiro puro e duro?

Numa efémera passagem por Direito recordo-me de um colega, bom moço embora com algumas limitações no acto de pensar, que citava uma sebenta com páginas e tudo. Foi um dos bons estimulantes que encontrei para fugir dali. O moço seguiu carreira, e dizem que falta pouco para chegar ao Supremo. Safa.

Comments


  1. Será que vai ser alterdo o nome do CEJ para “Copianço de Estudos Judiciários”.

  2. Artur says:

    As conclusões que podemos tirar daqui é que no que diz respeito ao copianço, o CEJ está em sintonia com o que se passa na generalidade dos nossos estabelecimentos universitários. Os “copiadores” limitaram-se a seguir os costumes das universidades de onde vieram.

Trackbacks


  1. […] – Alguns candidatos a meritíssimos juízes foram apanhados a copiar num teste. Resultado – tiveram todos, os trafulhas e os outros, a nota dez! Ora, não só estamos a formar […]