Cavaco: fazer mais e pior com o mesmo

Cavaco Silva publicou, hoje, um texto no seu facebook, com esta ideia originalíssima: os funcionários públicos devem fazer mais e melhor com menos, “para manter viva a esperança no futuro”.

Em primeiro lugar, seria importante que alguém, na Casa Civil, explicasse a Cavaco que só se pode ter esperança no futuro, embora – confesso – ainda me martirize a sonhar com um passado diferente daquele que tive, como, por exemplo, quando o actual Presidente foi Primeiro-Ministro e revelou a ausência de visão que viria confirmar até hoje.

Os funcionários públicos têm muito má fama, sendo, muitas vezes, considerados uma gente improdutiva muito bem paga, preocupada em cumprir horário, à espera do conforto injustamente seguro que chega sempre no fim do mês. Se Cavaco comungar desta visão, saberá, no fundo, que a recomendação para que os membros de uma tal tribo trabalhem mais e melhor, ainda por cima ganhando menos, só poderá cair em saco roto.

No entanto, mesmo que seja um exercício ocioso, podemos imaginar que existem, entre os funcionários públicos, alguns trabalhadores dedicados, sérios, preocupados, também, com o bem da nação. Não será difícil acreditar que essas raridades possam ser pessoas informadas e que, apesar da dedicação honesta com que trabalham, se sintam desmotivadas, ao sentirem-se roubadas por vagas de políticos desonestos, incompetentes ou ignorantes, e ao verificarem que são obrigados a viver com menos, devido àquilo que outros gastaram e continuam a gastar. Por muito que não queiram, insensivelmente, há muitas probabilidades de que se a revolta se instale ou de que o rendimento seja afectado pelo desencanto.

Não vejo, portanto, como poderá um mau funcionário trabalhar mais ou como poderá trabalhar ainda mais um funcionário competente. Da mais alta figura da nação esperar-se-ia que fosse um Presidente da República, ou seja, um defensor dos cidadãos, mas Cavaco só quer ser Presidente. A República não faz parte das suas preocupações: sendo ele tão pouco, não se espera que faça mais e melhor.

Comments

  1. Jorge Anyous says:

    Lembro-me do almirante Américo Tomás ter a alcunha do corta-fitas mas este presidente nem para isso serve uma vez que agora nem há inaugurações .Numa altura destas ter um presidente destes nem de propósito.Está tudo a ajudar . Ninguém lhe diz para ir para casa!

  2. mortalha says:
  3. carlos Inácio says:

    Não me digam que ainda esperavam mais alguma coisa

  4. Nightwish says:

    Era bom que começasse esse conselho por quem o disse e, sei lá, fazer obedecer a constituição do país. Senão que trabalhe para a mudar, agora o fazer de conta é uma falta de vergonha.


  5. “O Presidente afirma estar convencido que, este ano, todos irão fazer prova de ânimo redobrado para, com menos, fazerem mais e melhor.”
    Os funcionários públicos afirmam estarem convencidos que,também este ano, o presidente irá fazer prova de ânimo redobrado da sua a sua mediocridade e incompetência,”sendo ele tão pouco, não se espera que faça mais e melhor.”


  6. Cavaco não passa de uma camisola interior do militar Américo Tomás! Nem um Márico Tomás chega a ser porque não tem farda número1!

  7. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Cavaco foi como 1º, e agora como PR, uma grande infelicidade, pelo que permitiu e aprovou ao que se fez aos espaços fisicos naturais e selvagens nacinais, culturais e intelectuais, embora tendo dados esperança a muitos, mas “bizar” revelará que, pelo mesnos parece que a degradação de hoje vem de muito longe, e mesmo podendo ter sido parada, não foi – agora é só deslizar r há sempre os que achando “mole” carregam – essas chamadas rating que se metem onde alguém os manda e são eficazes- E até acho graça a alguns de nacionalidade ao lado que acaba deante da TV de ter o descaramento de se se queixar que os veiúculos do seu país para descarregar aqui o lixo que produzem, estão irados por ter de pagar Scuts e outras – é preciso ter grande capacidade de “lavar” qualquet atitude do racismo mais subtil que poucos querem entender (só vêm o que querem e não o que é) que existe e até elogiam – o senhor não quer pagar Scuts – não pague e que vá para casa eexprte para frança que em 2011 na fronteira destruiram todo o LIXO que igualmente queriam impingir, mas os franceses gostam deles demasiado para não os deixarem vender-lhe lixo – mas senhor aqui do lado, não impinja mais lixo – desconfio que ando xenófoba – mas há muito que tenho idade para tudo o que me passar pela cabeça e ser indiferente a opiniões alheias desde que não me chegue a mostarda ao nariz e então não me lixem – senhor vá-se lixar – vá roubar para outra freguesia – vá flamencar para longe

  8. Jorge Ralha says:

    …. UMA VERDADEIRA DESGRAÇA NACIONAL (?)…. (nem para presidente da junta da Patã de Baixo)…

  9. kalidas says:

    Não sou um político profissional, diz o sr Cavaco, e depois não faz outra coisa há mais de trinta anos, com grave prejuízo nosso, como decorre da presente situação.

  10. Carlos na Tugalândia says:

    “Os funcionários públicos têm muito má fama, sendo, muitas vezes, considerados uma gente improdutiva muito bem paga, preocupada em cumprir horário, à espera do conforto injustamente seguro que chega sempre no fim do mês. Se Cavaco comungar desta visão…”

    Claro que é mentira, sr presidente! Isso pode ser verdade em todos os outros países mas só no nosso, neste cantinho, é que o socialismo funcionou e transformou isto num paraíso de funcionários públicos dedicados, trabalhadores e respeitadores! Aliás, só neste cantinho, além de ter criado tantos tolos a alucinarem sobre este assunto, é que os funcionários públicos mantêm o sector privado e não ao contrário, como no resto do mundo!


  11. 1º os funcionários púbicos não são uma tribo….são legiões de tribos
    2º um funcionário púbico con pe tem te pode sempre trabalhar mais com menos basta deixar de estar a cuidar da quinta no facebook
    3ºum funcionário incompetente ou in com patente é que não pode fazer mais por mais que tente pois só joga com o pé…in com pé tente como a etimologia sugere
    logo é óptimus pra jogos de futebol e golpes de estado mas pra pouco mais serve
    pois tratar a populaça a pontapé está mal visto
    e há pouco mais coisas que se façam com os pés
    a não ser que sejam manetas….

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.