A coisa promete – já se pede a destituição do Presidente

Está a correr e a grande velocidade uma petição que exige o óbvio!

Dizem os signatários que ” Nas suas recentes declarações enquanto Presidente da República Portuguesa o Sr. Aníbal Cavaco Silva afirma temer que as suas pensões num total acumulado 10.042€ (em 2011), sendo uma delas através do Banco de Portugal a qual não esteve sujeita aos cortes aplicados aos restantes cidadãos da Republica Portuguesa, não sejam suficientes para suportar as suas despesas, estas declarações estão a inundar de estupefacção e incredulidade uma população que viu o mesmo Presidente promulgar um Orçamento de Estado que elimina o 13.º e 14.º meses para os reformados com rendimento mensal de 600 euros”.

[Read more…]

Acampados: de Tianmen aos actuais indignados

Ao jeito de campanha suja e desonesta da sua prelidecção, esse ex-maoísta militante, chamado José Manuel Fernandes, com a ligeireza de um cérebro desprovido de massa encefálica,  enfunado de desonestidade intelectual ou das duas coisas, escreveu um ‘post’ abjecto. Da matemática cerebral que lhe escasseia, descobriu a seguinte lei algébrico-social: “Unidos contra a democracia”.

Confesso que estranhei o facto da ensaísta, de voz sensual e afectada, não se ter também indignado, como é habitual, contra os “Indignados”, no mesmo blogue. Ficámos, pois, reduzidos ao dislate de Fernandes que faz equivaler o comportamento censurável de cerca de uma dezena de nazis à atitude de mais de um milhar de cidadãos cívica e politicamente correctos que, com legitimidade e em obediência às leis, protestavam contra as medidas governamentais e em reacção às penosas condições de vida a que estão submetidos.

De todos estes juízos sumários,  de gente cujo desplante e a falta de verticalidade os levam a fácil ascensão social e profissional,  há histórias a lembrar. Uma delas é recordar que a Praça de Tianmen e a carnificina sobre acampados de que foi cenário em 1989 ficaram, definitivamente, gravadas na ‘História Política do Mundo’, no capítulo dos horrores contra a humanidade.

[Read more…]

A Pior Pobreza é a de Espírito

Não tem cura e, a partir de certa altura, é indisfarçavel.

Copo de vinho

“Trabalhar um livro até à minúcia de uma palavra.

E depois um leitor engole tudo à pressa para saber «de que se trata».

Vale a pena requintar um vinho para se beber como o carrascão?”

(Vergílio Ferreira, Pensar)

Sim betinhos, há pessoas que não têm carta, quanto mais carros

A direita está em polvorosa porque Ana Drago solicitou um carro e um motorista à Assembleia da República para se deslocar em serviço a um Parlamento dos Jovens.

Que horror, estão a ver? e chamam burgueses aos outros, os pindéricos!

Além de a própria AR confirmar ser isso perfeitamente legal e normal, o que os betinhos nem sequer conseguiram ler é que Ana Drago não tem carta. Sim, há portugueses que não têm carta, uns porque não podem e outros porque entenderam que não deviam ter, grupo em que orgulhosamente me incluo. Este horror faz parte do desprezo com que encaram os políticos de esquerda que usam diariamente transportes públicos. Ainda há dias, no Expresso, uma jornalista foi ter com Francisco Louçã para uma rubrica sobre poupanças porque o homem vai de autocarro para o parlamento.

– Não é uma questão de poupança, mas sim de conforto, não tenho de andar a procura de estacionamento, – explicou-lhe.

Pelos vistos na redacção não compreenderam. Na da Sábado também não lhes apeteceu.

Agora quando Assunção Esteves foi apanhada a fazer compras com motorista a transportar os sacos e segurança, não vimos a mesma indignação. Mas essa sim, é indigna.

Eles são como o Cavaco Silva

Adoram andar de comboio! e não sabem se o rendimento chega para pagar as despesas.

O Senhor Presidente é que nos Entende

 ASSIM NÃO DÁ, PORRA!
A GUITA NÃO CHEGA PARA AS DESPESAS
O senhor Presidente da nossa República, anda preocupado com a nossa vida.
Ele sabe o quanto custa viver com pouco dinheiro, ele que pouco mais tem que dez mil euros por mês e a sua amantíssima esposa não ganha mais que oitocentos, e os sacrifícios e malabarismos que é necessário fazer para que o magro vencimento chegue até ao fim do mês.
Estou consigo, senhor Presidente. Não fora as minhas despesas, que ultrapassam em muito o que tenho disponível mensalmente, o que faz com que, como o senhor, tenha de ir buscar todos os meses algum dinheiro do que andei a poupar durante muitos anos, e pode ter a certeza de que seria eu um dos primeiros a ajudá-lo com alguma coisita.
Nunca se esqueça de nós, senhor Presidente, e obrigado pela solidariedade.

Cavaco vaiado em Guimarães, não viu este vídeo nas TV’s, pois não?

Deixo o texto de quem filmou e cada um que faça a sua leitura.

Jantar na inauguração da Capital Europeia da Cultura 2012: Cavaco Silva é vaiado pelo Povo (mesmo Povo e não os folk do costume) à entrada e à saída do restaurante; Durão Barroso é aplaudido (quando veio à janela e na saída ); Álvaro Pereira – Ministro da Economia – é aplaudido e cumprimentado.   [Read more…]

Deixem o corpo dos pobres em paz e assinem sff

A onda de montagens que invadiu o planeta mostrando Cavaco Silva como se fora um pobre de pedir é um insulto à miséria. Pobre pode ser pobre, mas tem direito à imagem. Pobre pode não ter rosto, mas pobre tem corpo e não merece que lhe metam a fronha da Aníbal Cavaco Silva em cima. Viver da mendicidade já é castigo divino que chegue, não há pecado que justifique a penitência de ser photoshopado com a cara de um  bovinófilo.

Já quanto à ideia de assinar uma das petições pedindo o seu afastamento, estou com o Tiago Mota Saraivapode ser um excelente sinal “para os mercados”. 

Ele diz que esta, Pedido de Demissão do Presidente da República, parece ser a de maior sucesso, e com isso poupou-me algum trabalho (estão a ver o trocadilho? Poupanças, uma vida inteira de trabalho, acções do BPN… na imagem Cavaco Silva, retrato de um homem que já fazia poupanças porque o esperava uma modesta reforma, acompanhado de dois amigos que já pensavam em como roubar as nossas ao longo da sua vida de trabalho).

Ele Anda a Pedir

Se Aquele-que-é-mais-honesto-duas-vezes que qualquer vulgar patego lhe pedisse para lhe dar, você dava-lhe?

A leveza da idade em Almeida Santos

A propósito da notável iniciativa de fechar a Assembleia da República às sextas-feiras, disse o veterano Almeida Santos:

Os deputados têm a sua vida profissional, não se paga aos deputados o suficiente para eles serem todos apenas deputados, sobretudo quando são profissionais do Direito ou fora do Direito. Um advogado que tem um julgamento, não pode estar na Assembleia e no julgamento ao mesmo tempo. Há justificações para as faltas.

A senilidade a este deu-lhe para a incontinência verbal com a tendência de urinar para  a verdade, e numa semana em que Cavaco regurgitou a reforma que andava a ruminar, decidiu competir. Isto é obra. Não lhe metam uma fralda na boca e depois digam que insultar deputados é populismo.

Hoje dá na net: Grandes Livros – Os Maias

Documentário produzido pela RTP, com a voz de Diogo Infante numa locução impecável e com a participação de vários estudiosos da obra de Eça de Queirós. Será possível ficar a saber mais sobre Os Maias, uma das maiores e mais complexas obras da Literatura Portuguesa. Trata-se de um trabalho de grande qualidade, que merece ser visto por todos, com destaque para os alunos que estejam a frequentar o 11º ano. A abrir, poderá ficar a saber quem escreveu que o magnum opus de Eça é uma “coisa extensa e sobrecarregada”, em que apenas alguns episódios têm interesse. Mais acima, está o primeiro de cinco vídeos. Para ver os restantes quatro, basta clicar em “Continuar a ler”.

 

 

 

 

[Read more…]

Blogues do ano 2011 – primeira votação

Apurados os resultados a votação eliminatória, pode consultá-los na página do concurso.

Blogopédia – Wikidicionário dos Blogues Portugueses

Em Novembro de 2010 lançámos em formato wiki um espaço onde todos podiam registar os seus blogues e autores. Mais tarde, por termos abandonado o alojamento próprio e optado pelo WordPress, ficou sem espaço e guardada num disco.

O concurso de blogues 2011 fez-nos ver que esta ferramenta faz falta: é uma forma de divulgação e sistematização, que muito nos teria ajudado a esclarecer categorias, por exemplo.

Por isso volta hoje a ficar online, com os dados de Março de 2011.

Pedimos a todos os que escrevem e/ou têm blogues, em particular os que não participaram no concurso por não terem sabido dele atempadamente, ou mesmo aos seus leitores, que utilizem esta blogopédia. Podem começar por ler estas instruções. Qualquer dúvida, sugestão ou dificuldade, comentem aqui.