À margem do concurso blogues do ano 2011

Diz que porn, sex ou lá o que é, já deixou de ser a primeira pesquisa no google. E digo que o papel da indústria pornográfica no crescimento e desenvolvimento da net é tantas vezes omitido mas foi determinante.

Eu que ainda sou do tempo em que uma página mais pesada que 35kb era um monstro sempre achei que internet e sexo são almas inseparáveis, mas não me peçam provas, acho e prontos.

Tudo este paleio para vos mostrar o top do tráfego a partir do Aventar nos últimos 7 dias (e não contem a ninguém que parece mal).

 

Comments


  1. Impostos sobre a indústria do sexo:
    – devem financiar a investigação em ÚTEROS ARTIFICIAIS – deve ser considerado uma Investigação Cientifica Prioritária – [nota: num período transitório poderão financiar barrigas de aluguer] para que, nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas (a longo prazo), os machos (de boa saúde) rejeitados pelas fêmeas, possam ter filhos!

    ANEXO:
    Apelo em divulgação na Internet:
    O Direito de ter filhos em Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas!

    Ainda há parolos que acreditam em histórias da carochinha… mas há que ASSUMIR a realidade:
    – Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que possuem filhos.
    – No entanto, para conseguirem sobreviver, muitas sociedades tiveram necessidade de mobilizar/motivar os machos mais fracos no sentido de eles se interessarem/lutarem pela preservação da sua Identidade!… De facto, analisando o Tabú-Sexo (nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas) chegamos à conclusão de que o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos sexualmente mais fracos; Ver http://tabusexo.blogspot.com/.

    CONCLUINDO:
    – Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas é natural que sejam apenas os machos mais fortes a terem filhos, NO ENTANTO, as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de assumir a sua História: não podem continuar a tratar os machos sexualmente mais fracos como sendo o caixote do lixo da sociedade!… Assim sendo, nestas sociedades deve ser possibilitada a existência de barrigas de aluguer {ÚTEROS ARTIFICIAIS – deve ser considerado uma Investigação Cientifica Prioritária!…} para que, nestas sociedades {a longo prazo} os machos (de boa saúde) rejeitados pelas fêmeas, possam ter filhos!

    NOTA 1: Incompetência sexual não significa inutilidade… de facto, os machos mais fracos já mostraram o seu valor: as sociedades tecnologicamente mais evoluídas… são sociedades tradicionalmente monogâmicas!

    NOTA 2: Hoje em dia, por um lado, muitas mulheres vão à procura de machos de maior competência sexual, nomeadamente, machos oriundos de sociedades tradicionalmente Poligâmicas: nestas sociedades apenas os machos mais fortes é que possuem filhos, logo, seleccionam e apuram a qualidade dos machos.
    Por outro lado, hoje em dia muitos machos das sociedades tradicionalmente Monogâmicas vão à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas [mais dóceis] oriundas de outras sociedades…


  2. Quer a pornografia quer os jogos têm sido determinantes no desenvolvimento da web, sobretudo (mas não só), ao nível de sistemas de pagamento 🙂


  3. conclusão: a internet é um óptimo meio de aferir a tx de frustração sexual.:-)

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.