Povo GREGO vai votar na TROIKA

Somos todos gregos (galo de Barcelos com as cores da Grécia)O povo português é por natureza solidário. Apareceu por aí um manifesto de apoio ao povo grego e sucedem-se as manifestações de meia dúzia de pessoas com as mesmas intenções. Até eu, mudei no meu perfil do Face a localidade para ATENAS! SOMOS todos gregos.

Mas, estou curioso com uma coisa – a Democracia. Essa chatice!

Por cá, quando se perguntou ao povo “Troika” ou Não Troika, a resposta foi esmagadora: TROIKA!

Na Grécia? Como é que vai ser?

É que a malta até pode ser solidária, mas dá jeito que eles façam a parte deles!

Comments

  1. Zuruspa says:

    Uma recente sondagem dava PASOK 11%, ND 28%, Comunistas 14%, extrema-direita 5, “BE local” 14%, Verdes 4%, Esq Dem 16%. O que isto quer dizer é que os partidos que agora aprovaram a ajuda da Troyka contam apenas 39%, com tendência para cair. Isto ainda antes da votaçäo.

    Os gregos faräo o que lhes compete. Já os portugueses…

    E já viram as sondagens holandesas? O BE local está em 1.o lugar com 31%.

  2. João Paulo says:

    “O que isto quer dizer é que os partidos que agora aprovaram a ajuda da Troyka contam apenas 39%” Se assim for parece-me que então há condições para os Gregos dizerem qualquer coisa ao mundo! Porque, a acontecer o que aconteceu por cá (80% na TROIKA) estamos esclarecidos. JP

  3. Pedro M says:

    Zuruspa, de pouco vale porque o KKE grego já disse que nunca entrará em coligações por isso ganhará a Troika novamente, porque muita da esquerda valoriza mais o seu ego do que a sobrevivência do próprio país.

    E não duvidem que cá era igual.

  4. Zuruspa says:

    Näo necessariamente, Pedro M.
    A “Esquerda Anti-Troyka sem KKE” soma 34%, mais o PASOK dá 45% e a maioria absoluta (por via do método d’Hondt). Näo esqueçamos que o PASOK tudo fará para se manter no poder, mesmo relegado para 2.o plano.

    A Direita toda junta leva 33%, só com o PASOK atinge a maioria absoluta (por via do método d’Hondt).

    Se o KKE for o fiel a balança da governaçäo na mäo e deixá-la escapar, entäo desaparece nas próximas eleiçöes para o Syriza, que está visto que os gregos näo querem mais Troykices.

  5. Pedro M says:

    Zuruspa, o PASOK (deveria ser MASOK) vai ficar do lado da troika, como o nosso PS, até ao fim, nem que o mate até porque a cisão do partido aconteceu por isso mesmo. Ou seja, a não ser que os comunistas engulam o orgulho e arriscam fazer parte do governo a Grécia não será salva e tudo será imprevisível, mas suspeito que já não passa mais por eleições.

    Que sirva de aviso à nossa esquerda, que eu, ingenuamente, já acreditei que pudesse fabricar pontes e sofrer mudanças. Mas vemos um PS em voo rasante porque assinou o pacto de suicídio, o BE a despedaçar-se após 10 anos promissores e o PCP que tira a sua força e a sua estagnação do facto de ser absolutamente intransingente em tudo o que não sejam cooperações pontuais com os outros.

    Disto só vão acontecer desgraças, e a garantia de que a troika interna está cá para governar mais 30 anos, com maiorias de “consenso” se for preciso.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.