Depois da fé na chuva, agora o dom de deus

No discurso oficial, que Vítor Gaspar proferiu sem rodeios em menos de cinco minutos, fez referência às origens familiares que tem em Manteigas, aludindo aos ensinamentos da sua avó Prazeres, para quem a “todos Deus conferiu um dom que, chegado o dia, será posto ao serviço para procurar o ‘bem comum’”. As Beiras

Ainda corremos o risco de confundir o governo com um conclave religioso. Aguarda-se o processo de beatificação da troika e as peregrinações pelo crescimento do PIB. E eu a pensar que o deus deste governo era o mercado,

Comments

  1. António Duarte says:

    Há pouca fé nos mercados, mas o apelo à religião resulta quase sempre. Pelo menos enquanto a hipocrisia não transparecer demasiado…

  2. Fernanda says:

    Pois aqui estou, com grande fé, desejando que me paguem os 4 salários em atraso

  3. marai celeste ramos says:

    Pois é, como a Fernanda, também eu tenho fé (porra não tenho) de que não me saquem mais subsídios nem aumentem o IRS – não me vendam 1kg de uvas pelo preço de 5 kilos de há 2 anos e sem açucar nem sabor porque foram colhidas verdes e congeladas durante meses sem saber a nada, não me vendam laranjas amassadas pelo transporte que é feito com o cuidado de quem transporta pedras e de quem faz o trabalho com os pés, ou não mas vendam sêcas, não me lixem o português com o brasilês, não me obriguem a viver em ruas sujas e não me vendam cára a carde de bacas loucas ou porco transgénico, não e não e não e não e não e não e não – nem sequer posso dar um pontapé no cú destes craques de fazer contas troikanas (e até se enganam e estão sempre a descobrir (???) despesas escomdidas (???) e nem as pêras rocha duras que nem um corno, nem melão da minha terra de Almeirim de casca de carvalho, a saber a pepino, nem meloa que era deliciosamente deliciosa, nem tomates castellanos duros que nem um corno e brancos por dentro, nem fiabre de restos nem sei de quê n«mas de perna de porco fumado não é com certeza – NÂO – onde é que não roubam e delapidam e estão-se nas tintas com aquele ar de não sere deste mundo ?? São seres superiores ?? podem até não roubar mas ladrão não é apenas o que toma para si os produtos sem pagar ou o dinheiro das caixas Multibanco porque esses são, também, a indiferença destes tipos que se armam em quê ??? ai há tantos anos que existo e isto é pior do que as IP e as SCUT e e o brasilês já que, até o sr viegas diz que sou livre de escrever coo quero, mas que liberdade tenho em me alimentar de alimentos que alimentam ?? os senhores do very norte têm razão – aqui há muitos PIG

Trackbacks


  1. […] li a o dom de deus mas nem reparei nesta afirmação: Não temos pressa e a história garante que venceremos a […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.